#DicaDeLeitura 01

Já seguiu o nosso instagram? Tem uma dica de leitura legal no post de hoje! Confira!

View this post on Instagram

Olá, pessoas! Como uma ótima indicação feita pela @nathifoliveira, vim aqui para mostrar algumas opções de livros da Rainbow Rowell a todos que têm vontade de conhecer o trabalho dela antes do bate-papo amanhã! (12/07) Sou suspeita para falar, mas vou indicar 3 deles, começando por aquele que é um queridinho dos fãs. Bora lá? Eleanor & Park A trama conta a história, a partir de dois pontos de vista, de dois jovens de 16 anos, que não se enquadra nos grupos pré-formados no mundo, criando um laço através de cultura geek, música e compartilhamento da vida complicada, abordando temas tensos, relacionados à família, auto aceitação e crescimento, mas de uma forma natural e maravilhosa. Fangirl Esse livro me contempla muito! Porque eu fui uma ávida leitora de fanfics e apaixonada por uma certa história de um bruxinho que vai para uma baita escola de magia (cêis conhecem?) A trama conta a história de Cath, uma fã de carteirinha, escritora de fanfics (um hábito que começou junto com a sua irmã gêmea, mas que, ao crescerem, manteve a força somente com ela). O foco do livro, além de dividir momentos dela sendo super fã, é o crescimento, acompanhando todas as mudanças ocorridas no primeiro ano de faculdade delas. Sobre viver, pela primeira vez, mundos separados, encontrando seus caminhos, suas vozes, fazendo novos amigos e amores. Universos Afins Esse é um ótimo livro para quem precisa de algo rápido e divertido para ler. É super curtinho e se passa num só dia. Uma garota está na fila do cinema para a assistir a estreia do novo filme do Star Wars. Em tempos de internet, vendas on-line e tudo mais, estar nessa situação demonstra como a experiência faz parte da jornada para ver um filme ou participar de um momento especial relativo a algo que se ama! A narrativa aborda a jornada para tornar a experiência algo épico, mas, acima de tudo, sobre a conexão que muitos fazemos, principalmente emocionais, com aquilo que consumimos. #SomosTodosFãs. . . . . . . . . #leitura #livros #books #rainbowrowell

A post shared by Notas da Leitora (@notasdaleitora) on

Segundas Musicais #59

SegundasMusicais

Olá, humanos!

Mais uma segunda que chegou (e já tá quase indo embora de novo) e com ela uma playlist preparada para ajudar todo mundo a se animar logo no começo da semana!

Em homenagem ao dia do orgulho nerd, a lista de hoje conta com 3 músicas inspirados no universo de jogos, livros e quadrinhos.

#SoltaOSom!

01. Red Hot Chilli Peppers – Californication

Um clássico dessa banda que eu adoro, Californication é um jogo em forma de clipe. Desde a primeira vez que vi eu fui muito cativada (e fiquei com a música grudada na cabeça)

 

02. Blind Guardian – Lord of The Rings

Essa foi uma das primeiras músicas que eu ouvi deles e, com certeza, é uma das minhas favoritas até hoje! Inspirada, é claro, no Senhor dos Anéis! =]

 

03. A-Ha – Take on me

Impossível não colocar um dos melhores clipes DO MUNDO nessa lista. Metade história em quadrinhos, metade live action, esse clipe é um demais e nunca me canso de ouvir essa música!

 

Curtam bastante a lista de hoje e boa semana!! ^^

Top 3 #NovosLugares

Em homenagem a um dia em que eu conheci, graças ao trabalho, um novo lugar, essa lista traz alguns personagens que tiveram aventuras em novas terras também!!

01. Nárnia – As Crônicas de Nárnia.
Essa foi uma baita de uma viagem! E nem precisaram pagar a passagem!
Os irmãos Pevensie foram levados para uma viagem a um lugar novo e cheio de aventuras!

02. Amsterdã – A culpa é das estrelas
A casa do autor do livro favorito da Hazel Grace fica na Holanda e foi pra lá que ela viajou com a sua mãe e o seu queridinho Augustus.

03. Itália, Índia e Bali- Comer, rezar e amar
Na jornada de autoconhecimento de Elizabeth, ela passa por países diferentes, conhece culturas e vive experiências inesquecíveis!

Essa foi a lista de hoje.
Bom sábado, humanos! =]

Top 3 #Mães

Olá, Humanos!

Nada melhor do que uma data comemorativa tão importante para retornar de forma triunfal com as listas de sábado! (E, claro, fazer uma duplinha com as músicas de segunda)

01. Molly Wesley – Harry Potter

Matriarca de uma turminha de ruivos do barulho. Quando não está mandando um Berrador para o Rony ou ficando maluca com os gêmeos, ela está no campo de batalha lutando pelo bem contra aquele sem nariz que não pode ser nomeado.

02. Sra. Lancaster – A culpa é das estrelas

Uma mãe que faz de tudo para você ir a uma viagem até a Amsterdã, cidade do seu autor favorito com o crush e ainda luta ao seu lado na batalha contra o câncer. Que mulher!

03. Isabel Pullman – Extraordinário

Ser a mãe do August, um garotinho único e extraordinário é uma função desafiadora que só poderia estar nas mãos de uma mulher extraordinária.

Isabel, que além de mãe foi professora de Auggie antes dele entrar na escola, é um exemplo de dedicação e amor!

Essa é a lista de hoje! Quem tiver mais alguma mãe literária exemplar, pode mandar nos comentários!

Até a próxima e Feliz Dia das Mães!

Top 3 #(Des)Conectados

E aí, humanos? Chegou outro sábado (para a alegria geral da nação!). E com ele mais uma listinha.

Como estou sem muito sinal por aqui (viajar = se desligar ou ser desligada), a lista será inspirada nesse “modo offline”.

Ok, não tãooo offline pq eu achei um cantinho com sinal, mas foi o mote para pensar no TOP 3 – livros com pessoas que não precisaram de “conexão de internet para se manterem conectados”

01. Elisabeth e Sr. Darcy/ As discussões in loco

Olha, um bom wi-fi pouparia muito tempo desses dois, mas não seria a mesma coisa. Toda a espera e distância tornou tudo mais mas o emocionante.

(Geeeeeeeeente, faltou um naco do post. segue a imagem com o resto da lista #ConexãoFail)

Top 3 #PreguiçaMental

Olá, humanos!!! Tá na hora de juntar as forças e selecionar
mais três livros para o top da semana! Tantas opções!!! ❤

Inspirada pela preguiça mental com a qual eu estou
ultimamente (sério, às vezes acho que vou desligar involuntariamente durante o dia.
Hahahahaha).

Em todo caso, nada de preguiça para compilar isso aqui!
Vamos ao que interessa, a listagem daqueles livros que eu desisti porque rolou
aquele preguiça e/ou desânimo de terminar!

Acredito que todos esses livros têm potencial e podem ser ótimos (ou os favoritos de muita gente, mas não funcionaram comigo. #MalsAêGeeente).

01. A estrada da noite – Joe Hill

Eu tentei, comecei várias vezes, coloquei na bolsa, na
mochila, na gaveta, em todo canto… Em todo caso, o livro não me cativou e ele
está largado por tempo indeterminado.

02. Todo Vícios – Maitê Proença

Ok, até que eu li bastante desse livro. Passei da metade,
somente com os minutos de leitura durante a janta, mas a preguiça simplesmente
me dominou e eu não tenho ânimo para voltar a ler.

03. Férias – Marian Keyes

Esse é um livro que uma das minhas autoras favoritas adora.
É questão de honra terminar, mas toda vez que eu começo quero colocar a
personagem no cantinho do castigo eterno, aí complica, né?

Já deu por hoje, gente. Agora Netflix e dormir!

Bom fim de semana e juízo!

Top 3 #Música I

Geeente,
tá na hora de mais uma listinha marota para vocês! E hoje eu me inspirei no
festival daora que está rolando (e eu não estou lá, mas tudo bem…) o Lollapalooza.

Tô me divertindo aqui com bandas e artistas que eu adoro e nada melhor do que isso
para ajudar na criação do Top de hoje!

A lista é composta por livros que tem temática musical ou algo de música em sua
história!

Bora para os favoritos?

01. Nick e Norah – Uma noite
de amor e música – Rachel Cohn e David Levithan

O que falar desse livro que eu adoro e que inspirou um filme que eu gosto mais
ainda? Gente, muito amor por esse casal que se une por causa da música e vive
altas aventuras graças à ela?! ❤

02. Para onde ela foi –
Gayle Forman

A sequência de Se eu ficar. Adoro as histórias que contam o ponto de vista de outros personagens/seguem a narrativa a partir de outro foco. Eu adorei esse livro, até mais do que o primeiro!

03. A playlist da minha vida – Leila Sales

Esse livro foi tão legal e rápido para ler. A história que fala de
auto-conhecimento, bullying e MUITA música legal. Fui surpreendida e adorei a
leitura.

Por hoje é só, humanos! Juízo e bom fim de semana!

Top 3 #MulheresDaora

Sabadão é dia de quê?? (Não, a resposta não é feijoada, nem
Sabadão Sertanejo #SouVelha). É dia de lista!!! Aeee! #TodosAnimados

Ok, acho que eu estou animada por todo mundo. Hahahaha. Em
todo caso, falando sobre a lista de hoje, vou usar como tema a comemoração da semana
que vem, o Dia da Mulher!

Inspirada nessa data, escolhi 3 entre as minhas personagens
femininas favoritas. E sério, tinha tanta opção que não sei como essa pobre
libriana conseguiu escolher somente as personagens destacadas abaixo.

Bora pra lista!!

01.  Elisabeth Bennet – Orgulho e Preconceito

A metade feminina do meu casal treta favoito! Elisabeth é
inteligente, com pensamentos que ultrapassam o modo quadrado da sociedade na qual
está inserida. Tudo bem, ela tem seus momentos de preconceito, mas o importante
é que essa moça sabe como aceitar as falhas e utilizar os erros para evoluir!
#LizzieRocks

02. Rose Hathaway –
Academia de Vampiros

O que dizer dessa personagem que em poucas páginas já tinha
me conquistado? Ela é divertidíssima, leal e sempre pronta para chutar os caras
malvados! Eu adoro a Rose (até quando ela faz escolhas idiotas em nome do amor)

03. Jess Thomas – Um Mais
Um

Essa é uma das personagens da Jojo Moyes que fez com que eu
diminuísse meu ranço pela autora. A Jess é uma mãe solteira batalhadora, que
faz de tudo pelos seus filhos. Ela é engraçada mesmo quando a situação está
terrível, é espontânea e consegue tirar o melhor das piores situações. É um
exemplo!

Essa foi a lista de hoje, semana que vem tem mais!!

Bom fim de semana e juízo, humanos!!

Top 3 – #SuperandoMedos

Olá, humanos! Chegou mais um dia de listas aqui!!

Como toda semana, o dia de hoje me inspirou a escolher o
tema do top 3: superação de medos!

Não que eu tenha sido a pessoa mais corajosa do mundo, mas
hoje (com a ajuda de uma pessoa muito especial <3), eu consegui realizar um
procedimento que eu precisava muito, mas sempre morro de medo! (O que é? Não
vou compartilhar porque é algo que não deveria causar medo a uma adulta de 27
anos. HAHAHAHAHA)

Em todo caso, graças a essa alegria do dia, vamos aos 3
personagens que, de alguma forma, superaram seus medos e prosperaram em suas histórias!

01. Tris ( e toda a galera da série Divergente – Veronica
Roth)

Sério, medo é o que não falta nessa série. Tem uma “prova”
inteira para eles superarem os seus medos (uns com mais, outros com medos).

02. Amy/Matthew (Amy & Matthew – Cammie McGovern)

Existe muita superação nesse livro. Físicas e psicológicas.  Essa é uma história maravilhosa sobre amor e
amizade que todo mundo deveria ler!

03. A  (Todo dia –
David Levithan)

Tem que rolar muita coragem para você aguentar mudar de
corpo/vida todo dia. Ainda mais quando você encontra a pessoa com a qual você
gostaria de estar todos os dias. E o A, o protagonista sem nome precisa reunir
toda a sua coragem para lutar pelo que quer!

Cabô, gente! Semana que vem tem mais!

Bom fim de semana e juízo! =]

Top 3 #Anti-Heróis

Voltando ao Top 3, depois de um Carnaval cheio de leituras e
criações para o Tumblr!

Hoje, inspirada em um personagem que, definitivamente, não é
um herói, temos a lista com aquelas figuras literárias que não tem o perfil de ”bonzinho/boazinha”,
mas a gente tem apreço mesmo assim. Porque no fundo, nem que seja lá n fuuunnnnddddoooo, esses personagens têm seus bons momentos e algo que pode redimi-los!

Foi assim com o Deadpool, gente! Ele é todo cheio de
ironias, fala palavrões e não se importa com a zona que tá fazendo, mas não há
como ficar indiferente. O personagem é cativante (ou eu tenho problemas
mesmo… nunca se sabe).

Maaaaas, mesmo assim, graças a ele hoje a lista conta com
outros personagens que não devem ser imitados porque vai dar ruim geral! (No
entanto, muita gente tem um espaço no coração para eles)

01.  Draco Malfoy – Harry Potter (J.K Rowling)

Sério, é o personagem que já começa irritando e sendo
malvado com o Harry, mas graças ao poder de “cativação” do Tom Felton, esse
personagem ganhou sua “redenção” na série.

02. Adrian – Academia
de Vampiros (Richelle Mead)

Esse aí bebe, fuma, tem o perfil de bon vivant que não se preocupa com nada (nem com os poderes
importantes que ele tem), mas, quando quer, o Adrian faz acontecer! Eu,
particularmente, adoro esse personagem e torcia por ele com a Rose #MeJulguem.

03. Warner –
Estilhaça-me (Tahereh Mafi)

O Warner já aparece na vida da Juliette como o filhinho do
cara malvado que, com certeza, vai ser um babaca também.  Ele não é o melhor exemplo durante um bom
tempo! Mas vale pensar que, no fundo, ele é bom. Só não precisamos repetir as
ações dele.

Por hoje é só, humanos! Bom fim de semana e juízo! =]