Carry On #ResenhaDeQuinta

Título/Autor/Editora: Carry on, Rainbow Rowell/ Macmillan

Avaliação: Chorando lágrimas de fangirl que leu MUITAS
fanfics de Harry Potter <3.

Bora tirar as teias de aranha desse Tumblr, gente! Depois de
um marasmo literário que eu caí, consegui um ventinho pra levar o barco de
volta à margem e olha eu aqui de novo!!!

E quem mais poderia me salvar do que essa autora que me faz
vomitar arco-íris com todos os livros que escreve (e que tem um espaço
reservado na minha mesa), além de ativar tanto a minha ansiedade que acabo
comprando os livros em inglês!!! Muito amor, gente!! ❤

Sem mais delongas (nada como ser uma senhora), vamos ao
livro!

Carry on é um spin-off de Fangirl, aquele livro genial
que conta a história de irmãs gêmeas, Cath e Wren, em seu primeiro ano de
faculdade. Elas vão passar por todo aquele processo de transformação, a saída
de casa, os novos amigos… Mas o que tem nessa história de MUITO importante?
Elas são fãs de Simon Snow, o herói de uma série de livros, um estudante de uma
escola de magia! Mas não são só fãs, eles escrevem FANFICS! Entre elas, temos
Vá em Frente (Carry On).

Looooogo, foi tanto amor pela fanfic e a devoção por um
personagem que “Vá em Frente” saiu de Fangirl e ganhou o seu próprio livro!

Carry on narra a
trajetória de Simon Snow em seu último ano na escola “Watford School of Magic”.
Simon é um garoto considerado “O Escolhido”, o salvador do mundo mágico, graças
a uma antiga profecia! Por isso o Humdrum, o vilão sugador de magia, a cada na,
arranja uma forma de destruir Simon, para que a sua missão não seja cumprida.

Ainda que tenha um livro só, e seja uma fanfic, lendo a história,
sentimos como se fôssemos leitoras das aventuras de Simon Snow há anos! Todas
aquelas aventuras, os perigos, a amizade que salva vidas! ❤

Simon, um garoto órfão que foi adotado pelo grande Mago mas
que, todo verão, vive em um orfanato e não pode usar a magia, não vê a hora de
chegar a época de aula para que finalmente, possa voltar a Watford (mesmo que
isso signifique mais ataques do Humdrum).

Em Wartford, Simon não tem tanto sucesso, ele não é o melhor
nas aulas, nem destaque em qualquer atividade como a sua melhor amiga Penelope,
que vive entre os melhores alunos, disputando o topo com Baz, inimigo mortal de
Simon (e, infelizmente, o seu colega de quarto).

A relação de Baz e Simon é meio cão e gato, Baz tentando
destruir Simon e Simon tentando provar que Baz é um vampiro. No entanto, quando
Baz não volta no começo das aulas, Simon fica obcecado para descobrir o
paradeiro do seu inimigo, temendo um ataque surpresa.

Além disso, em Watford, Simon tem Agatha, sua namorada. A
relação deles é boa e ela acaba indo pro buraco nos ataques que Simon sofre),
mas assim como Penelope, está sempre ao lado de Simon.

Sem dar muitos spoilers, o livro é a fanfic que narra como
se encerra a história (no ponto de vista das fãs) de Simon Snow.

A Rainbow Rowell com toda a sua genialidade, nos insere
nesse mundo e torcemos pelos personagens, por suas conquistas e sentimos como
se fosse um desfecho para uma saga com a qual estivemos envolvidas por muito
tempo!!

Vão ler, geeente! Espero que gostem do livro! ❤

Vinte Garotos no Verão #Resenha

Título/Autor/Editora: Vinte Garotos no Verão, Sarah Ockler/Novo Conceito.

Avaliação: Procurando os vidrinhos raros na praia.

Geeente, o que foi essa leitura? São tantos sentimentos amontoados após as últimas páginas.

Rolou até o estranho fenômeno em que a pessoa (vulgo, eu) não chorou enquanto lia, mas depois que terminou. *Fecha o livro, respira fundo, chora*

Depois de ler dois livros sem noção e engraçadinhos, “Vinte Garotos” foi uma leitura mais densa, reflexiva e MUITO valiosa!

O pobre livro estava perdido na pilha das leituras atrasadas, mas apareceu e ganhou espaço na mala de viagem e só digo uma coisa: QUE BOM QUE ELE TÁ AQUI!

Adorei ter lido, mesmo que seja um drama, não necessariamente o que alguém decide ler no meio do feriado, mas valeu muito a pena!

O livro narra a trajetória de Anna, uma garota que sobreviveu a um acidente de carro com a sua melhor amiga, Frank, no ano anterior. No acidente, elas perderam Matt, irmão de Frank e o amor de Anna.

Anna e Matt ficaram juntos pela primeira vez no aniversário dela, um mês antes do acidente. Os dois não contaram para Frank o segredo porque Matt esperava a viagem de verão da família para falar com Frank.

Após o acidente, Anna não junta a força para contar a verdade à amiga. Muitas coisas ficam diferentes. Frank, depois de um período de choque e quietude, ressurge como uma garota conquistadora e Anna continua no papel que sempre atuou, agora com jornada dupla sem a presença de Matt: proteger Frank.

Tudo muda quando a família de Frank decide viajar à Califórnia, local em que eles passavam todos os verões. Dessa vez sem Matt, mas com Anna.

Ansiosas, as garotas se preparam para o Melhor Verão de Todos os Tempos (MVTT). Com planos de encontrarem 20 garotos diferentes, entre outras coisas.

Essa viagem altera o rumo da amizade delas, com muito sol, meninos (em especial Sam e Jake), aventuras e aprendizado. Esse verão será o ponto de partida para o resto de suas vida!

Sério, gente. Esse livro passou voando. Quando eu vi, já tinha acabado. Não tem como parar!

Ver as duas amigas, os pedaços de lembranças de Anna, suas crises por não contar a verdade à Frank, sua eterna preocupação com a amiga e a “presença” de Matt em sua vida são elementos interessantes e bem desenvolvidos nessa história!

Espero que leiam, gostem e se emocionem também com essa jornada de autoconhecimento, perdão e aceitação que as duas amigas têm durante
o MVVT!

Até mais, humanos! =]