— Então, porque ele fez isso? (…)

— Pela mesma razão que todo mundo comete erros. Ele se apaixonou.

Lola e o garoto da casa ao lado, Stephanie Perkins.

Top 3 #Finais

Sabadão, frio e finalmente descanso. Depois de muitas horas
de trabalho, chega a lista que celebra o fim de uma importante etapa de
atividades na firma.

Graças ao sono, sem mais delongas, vai ai a lista de finais
que me deixaram feliz ou foram satisfatoriamente bons, fechando uma jornada
épica.

01.  Trilogia  “Senhor dos Anéis! – J.R.R Tolkien

Depois de andar pra lá e pra cá, aguentar o tranco de
carregar o anel e sofrer as agruras da Terra Média, as aventuras de Frodo
Bolseiro se encerram epicamente!

02. Lola e o garoto da casa ao lado – Stephanie Perkins

O primeiro livro que eu li dessa autora e vomitei arco-íris
como se não houvesse amanhã. A Lola e o Cricket superando os ranços do passado!

03. Percy Jackson – Rick Riordan

Céus! Como essa série é boa!!! Com alguns detalhes que eu
mudaria, a trajetória do semi-deus é genial e os livros são muito cativantes. O
final tem as honras e glórias merecidas!

Essa foi a lista, gente! Agora eu vou ali dormir até
segunda-feira! Juízo e bom fim de semana!

Quanto mais você sabe quem você é e o que quer, menos você deixa que as coisas te chateiem.

Anna e o Beijo Francês (citando Lost in Translation), Stephanie Perkins.

Top 3 – #EsperandoCalmamenteSQN

Em homenagem a essa semana na qual eu esperei rodando na cadeira, correndo com os braços para cima no corredor e dando F5 no e-mail para ver se o meu pedido já estava  a caminho, vai ai uma top 3 especial: livros que eu esperei ansiosamente a chegada.

Aos longos desses anos de vida, já estive ansiosa por muitas publicações, seja a chegada delas ao território tupiniquim com suas versões traduzidas, seja para o último livro ser finalmente escrito ou só a encomenda chegar na minha casa.

Não importa o motivo, a espera sempre parece maior quando estamos longe do nosso amor (livros, seu lindos!) e por isso vão ai os 3 que eu esperei bastante, por motivos diferentes.

01. Série Harry Potter – J.K Rowling

Aceitem, humanos! Essa série vai aparecer mais 79238878902700219 vezes na lista porque ela é genial e eu mando nesse lugar aqui. MUAHUAHUAHUAHUA. Tá, brincadeira, mas o que eu posso fazer se Harry Potter é tão legal?!

A minha espera com essa série foi a chegada de cada livro! Todo ano saia um e eu até lembro de uma amiga lendo em inglês de tão ansiosa! Depois foi a espera pelos filmes e ficou ainda mais #tensa a situação! #SddsJuventudeHP

02. Isla e o Final Feliz – Stephanie Perkins

Esse livro, o final da trilogia fofíssima da Stephanie Perkins, fez com que eu ficasse entrando em sites de editoras, planejando a compra da edição americana e torcendo com todas as minhas forças pelo lançamento do livro!

Quando chegou, esse ano, vomitei muitos arco-íris!

03. Trilogia Divergente – Veronica Roth

O caso desses livros é diferente dos outros acima, eu fiquei, literalmente, esperando a chegada dos livros na minha casa.

Após comprar, fiquei muito ansiosa e acho que nunca demorou tanto uma entrega, só porque eu queria muito que chegassem os livros!! #QuemNunca?

Por hoje é só, humanos! Até a próxima e bom fim de semana!!

Top 3 – Fim de Férias (alegria triste)

Inspirada pelo fim de julho, indicando que as férias estão em seu tempo final, chega este top.

Estava eu pensando na tristeza de terminar tão rapidamente essa minha temporada de felicidade, acordando tarde, comendo, saindo, vendo filmes e lendo, quando percebi que é um momento feliz também!

E por que é feliz, vocês perguntam. Porque as férias estão no fim, mas o importante é que elas existiram e eu pude aproveitar 30 dias de muitas emoções! =]

Sendo assim, pensei no top 3 livros que foram muito tristes porque chegaram ao fim, no entanto, gostei muito, li como se não houvesse amanhã e guardo até hoje no coração!

01. Fangirl – Rainbow Rowell

Eu sei que já apareceu aqui a história de Cath e Wren, seu amor por uma série de livros e escritoras de fanfics que são a personificação de todas nós fãs. E fofura do relacionamento dela e do Levi. Mas eu gasto tanto desse livro. Quando comecei não quis mais parar. Pensava no livro sem parar, sempre que tinha um tempo eu lia mais um pouco.

Foi deprimente quando terminei, mas valeu muito a pena!!! Amo tantooo!

02. Lola e o garoto da casa ao lado – Stephanie Perkins

Esse é o meu livro favorito de uma autora que eu ADORO! E o último livro “Isla e o Final Feliz”, foi adquirido recentemente e eu o amo, mesmo que as capas não combinem. -_-.

Seguir a história de relação de aproximação e afastamento amizade/rancorzinho de Lola e Cricket com muitas roupas criativas, dois pais, cabelos coloridos e uma irmã gêmea ginasta foi uma genial!

Queria muitas páginas mais desse livro que eu amei tanto, mas infelizmente, depois de uma leitura fervorosa, ele terminou! Valeu cada momento, cada página, cada suspiro por esse casal que me fez vomitar arco íris!! =]

03. Meu pai fala cada coisa – Justin Halpern

Esse foi o tipo de livro que a gente começa a ler logo que compra! Eu saí da livraria e no ônibus já estava lendo como se não houvesse amanhã! Rindo no transporte público sem me preocupar com os outros ocupantes do busão! (mas não no nível funk alto, eu juro!

A história de Justin e seus altos e baixos, constando sempre com os conselhos “brilhantes” de um pai nada sutil, mas que com certeza tem muito amor no coração e se preocupa de verdade com seu filho!

Uma série de frases engraçadíssimas e um livro bem curto que me causou uma pequena depressão ao chegar nos agradecimentos!

Queria muitas páginas a mais, só que como uma hora tudo chega ao fim, eu tive que contentar com a última página.

Poderia fazer uma lista com milhares de livros aqui, mas consegui escolher só três por hoje. #SínteseWin

Agora para vocês que estão na mesma situação que eu e voltam na segunda, aproveitem esse fim de semana e comemoram as experiências de julho.

Quem sabe, podem ler seus favoritos! Bom fim se semana, humanos!

Top 3 – Viagens

Top 3 – Viagens!

Como estamos em um belíssimo mês de férias para grande parte dos
humanos do mundo (mas se você está trabalhando ou fazendo algo para
escola/faculdade saiba que eu me compadeço! Já estive nessa situação
#TamoJunto).

Maaas, continuando, já que eu sou a rainha da perda de foco,
utilizando a idéia de que julho é um mês de muitas viagens, farei um Top 3
contando personagens que subiram num avião e foram viajar!

Como eu ainda não fiz nenhuma das viagens do meu Top, tô aqui
listando e sofrendo com a inveja “mil grau”. Quem mais sofre disso?)

Chega de recalque, bora pra lista:

1. Todo Garoto tem – Meg Cabot

Esse livro, que utiliza e-mails e trechos de diário, contando
uma história a partir de dois pontos de vista (algo que eu adoro!!) narra a
viagem de Jane Harris, uma cartunista que está indo para a Itália para o
casamento secreto da sua melhor amiga, Holly! No aeroporto, ela descobre que o
cara que ela andou encarando porque ele estava gritando no celular era, na
verdade, o padrinho e melhor amigo de Mark (o noivo). O rapaz, Cal, é contra
casamento e Jane tenta mostrar para ele como o casal de amigos é perfeito um
para o outro.

2. A probabilidade Estatística
do amor à primeira vista – Jennifer E. Smith

Esse livro, narrado no melhor estilo “vamos tentar fazer tudo
acontecer no decorrer de poucas horas que ne o Jack Bauer faria” e conta a
história de Hadley que viajou para Londres pro casamento do pai dela (ela se
atrasa por 4 minutos e perde o vôo, tendo que esperar mais 3 horas no
aeroporto). Também indo viajar está Oliver, um rapaz que é britânico, mas faz
Faculdade nos EUA e está indo visitar sua mãe. Eles se conhecem um pouco antes
de embarcarem e tem um laço instantâneo. No avião, uma gentil senhora libera o
seu lugar para que os dois sentem lado a lado e possam conversar “ a valer”.

3. Anna e o Beijo Francês –
Stephanie Perkins

Anna vai para França terminar o colegial, isso porque o seu pai,
um escritor norte-americano famoso decide que é uma boa idéia. Ela não sabe
nada sobre a França, além de não querer sair de Atlanta, onde tem um emprego e
está quase em um relacionamento. Mesmo com os protestos, Anna acaba indo para o
colégio interno no qual faz novos amigos, sofre sem conseguir pedir seu café da
manhã porque não fala francês entre eles do Étienne St. Clair (um garoto
encantador, mas que tem namorada. -_-)

O presente do meu grande amor – #Resenha de Quinta

Título/Autor: O presente do meu grande amor, vários humanos
organizados pela Stephanie Perkins!

Avaliação: Comprando um laço para me embrulhar pra presente
e mandar pelo correio para mim mesma (porque ser solteira é isso… hahahaha)

Algum dia eu vou aprender a aguentar a curiosidade e deixar
para ler os livros temáticos em suas datas corretas! Até consegui aguentar um
tempo, estamos em julho (o mês em que eu normalmente desisto e leio).

Mas ignorando o meu problema com a curiosidade, vamos ao que
interessa, o livro!

Antes de terminá-lo eu já o tinha colocado em uma lista do
top de sábado, porque tinha fé na sua fofura. E fui recompensada com a
comprovação de um livro genial e lindinho!

Se eu falar de cada um dos contos pode ser que eu escreva um
épico aqui, então, vamos aos favoritos e saibam que todos valem a pena!

Meias-Noites: Rainbow Rowell

Eu ADORO essa autora, não tem como ler qualquer coisa dela e
não se apaixonar e foi isso o que aconteceu. Eu fui tão cativada pela Mags e
Noel que após terminar o conto eu fiquei com a maior ressaca literária da minha
vida. TÃO.BONITINHO! O conto narra o desenrolar da noite de ano novo de dois
amigos de 2011 a 2014! ❤

Encontre-me na Estrela do Norte – Jenny Han

Esse ano eu li os livros dela pela primeira vez e gostei
bastante e nesse continho eu consegui sentir a mesma facilidade de leitura e
fiquei muito feliz e já coloquei a Jenny Han nas listas de compras futuras! O
texto conta a história de Natalie, uma menininha que foi adotada pelo Papai
Noel, após sua mãe deixá-la com um bilhete pedindo que ele tomasse conta de sua
filha, e mora no Pólo Norte. Ela vive diariamente as emoções da grande fábrica
que é o Pólo Norte e a vida dos duendes que lá habitam, mas ela é diferente por
ser a única humana. Não tá fácil pra ninguém essa vida!

É um milagre de Yule, Charlie Brown – Stephanie Perkins

Outra autora que eu gosto taaaaaaaaaaaanto!!! Se ela
escrever os rótulos dos shampoos eu compro só porque é tudo tão fofinho!! Não
cometi o mesmo erro do primeiro conto e guardei esse pro final. Não me
arrependi da escolha porque esse é mais um daqueles contos megafofos! Narra a
história de Marigold, uma garota que quer trabalhar com animações no -Youtube e
deseja convidar o rapaz que trabalha vendendo árvores da Natal para ser a voz
de um dos personagens de sua nova produção! A interação dos dois e o quanto
eles conseguem se conhecer em tão pouco tempo é pra vomitar arco-íris em loop!

O que diabo você fez, Sophie Roth? – Gaylo Forman

Depois de ler “Se eu ficar”, achei que ia rolar desgraça
nesse conto da Gayle Forman, mas fui felizmente surpreendida com um conto super
fofo que possui uma personagem com a qual eu poderia facilmente me comparar,
com seu senso de humor que ninguém entende e sua vontade de só ser invisível na
Universidade de Fimdomundo! Bolsista, vinda de uma cidade grande e sem
conseguir se encaixar. Sophie descobre que nem tudo está perdido naquele meio
de nada e é lindinho de ler esse conto!

Baldes de cerveja e o menino Jesus – Myra McEntire

Quando qualquer texto possui comparações contemporâneas,
frases cômicas e personagens divertidos, já ganha o meu coração na hora! E esse
foi o caso! Nunca tinha lido nada da Myra e adorei esse conto!! Transcorre no
ponto de vista de um menino, o Vaughn (assim como Anjos na Neve e Papai Noel
por um dia) e trata da história desse garoto tendo que fazer trabalho
comunitário depois de atear, sem querer, fogo no celeiro da Igreja. O
crescimento do personagem e a interação dele com a menina que gosta e a forma
que consegue lidar com a situação usando seus talentos para trollagem de um jeito bom fazem esse
conto ser genial!

Bem-vindo a Christmas, Califórnia – Kiersten White

Comecei não dando muita atenção para o conto. Só mais uma
menina que queria ir embora da sua cidadezinha sem nada importante que conheceu
um garoto e blá blá blá. Mas não, depois de um tempo lendo eu fui altamente
cativada. O jeito meio mágico do Ben, a forma como Maria vê o mundo de um jeito
diferente após descobrir que toda sua “ranzinzez” não tinha muito motivo, a importância
dos amigos (Candy que o diga!) e como o mundo muda quando você muda também. Não
sei mais o que dizer, só sentir!

A garota que despertou o sonhador – Laini Taylor

Eu tô louca para comprar a trilogia da Laini (esperando só
uma promoção boa porque eu ainda não tô milionária), mas só de ler esse conto
já fiquei com mais vontade ainda de ler o resto das coisas dela! É místico,
cativante e emocionante! Partiu meu coração e montou de novo em poucas páginas.
Narra a história de Neve, em um mundo diatópico todo quebrado após o Advento.
Neve, uma menina pobre que trabalha que nem um burro velho, assim como outras
garotas. Perdeu sua família e tem que sobreviver com uma galinha que não bota e
o que consegue no trabalho. Na época de Natal, os homens entregam presentes
para as meninas, sinal de interesse e oportunidade para casarem e “subirem” na
vida. Mas Neve não tem sorte com o presente recebido e acaba pedindo, quase
orando, pelo Sonhador, uma “entidade” há muito tempo esquecida e cuja simples
pronuncia do nome é proibida.

Bom, essa foi a resenha de hoje, ainda tem muita coisa para
falar desse livro, mas não cabe em poucas linhas porque seria impossível ser
sucinta com tanta coisa legal!

Leiam esse livro, humanos! E até a próxima!