Scott Pilgrim Precious Little Life #Resenha

Título/Autor: Scott Pilgrim Precious Little Life, Bryan Lee O’Malley.

Avaliação: Atenta aos sonhos para ver se nenhuma pessoa aparece atravessando uma estrada mágica.

Oie, pessoas!

Já teve resenha do filme, agora que tal falar da história que inspirou aquela maravilha cinematográfica?

Nesse primeiro volume, temos a parte inicial da trajetória de Scott Pilgrim, um jovem adulto que está “entre empregos”, é baixista de uma banda que não acha muito boa, namora uma garota por quem não é apaixonado e está obececado por uma pessoa que aparece nos seus sonhos.

Dividido em 6 partes, esse “bloco” apresenta os personagens principais, Scott, sua namorada que ainda é um estudante de Ensino Médio, Knives, seu colega de quarto, Wallace, a banda e seu road, e, a pessoa por quem ele fica vidrado, Ramona Flowers.

Se não tinha ficado claro no filme, é super perceptivel nos quadrinhos que essas pessoas não são comuns, Ramona é uma entregadora da Amazon que conseguem mesmo aparecer enquanto Scott dorme e ele é um grande lutador (como será comprovado em uma cena futura).

A premissa é básica, um garoto se apaixona por uma garota.

Após ver Ramona em seus sonhos, Scott a encontra na Biblioteca em uma saída com sua namorada e, depois, em uma festa (nesse dia ela finalmente fala com ela, mas não dá muito certo)

E, no processo para conseguir ficar junto dela, ele vai precisar lidar com algumas coisas. Primeiro, terminar seu relacionamento prévio, segunda, fazer com que ela queira sair com ele e, ao conseguir a façanha anterior, precisa lutar por ela.

LITERALMENTE LUTAR POR ELA.

Conforme um e-mail (e uma carta) que ele recebeu de um ex-namorado do mal de Ramona, para que os dois possam ser uma casal, Scott precisa derrotar as 7 pessoas com que ela esteve.

O volume 1 traz o primeiro ex, o primeiro encontro dos dois e o shows e ensaios nos quais podemos ver como é o ambiente em que os personagens vivem.

Estou ansiosa para ler mais. E é super interessante ler, ao final, como foi a inspiração do autor e traços de sua própria vida que foram inseridos na história.

Alguém aí já leu? Contem nos comentários o que acharam.

Até a próxima.