Notas da Audiovizueira nº26

Oie, pessoas!

Voltando com a lista. Cheia de dicas, novidades e muitas produções audiovisuais para todo mundo curtir!

Bora lá.

01. Riverdale

A série teen, inspirada nos quadrinhos do Archie, conta as “peripécias” em um grupo de jovens em uma cidade que sofre o baque após um misterioso crime.

Disponível em: Netflix

02. O ódio que você semeia

Baseado no livro de Angie Thomas, narra a história de uma garota que presencia a morte de seu melhor amigo e precisa testemunhar perante o tribunal.

Disponível em: Telecine Play

03. Quase uma Rockstar

Amber é uma jovem que ajuda as pessoas, tem umas várias atividades e mantém sua positividade até que uma série de situações complicadas acontecem e a garota perde um pouco da sua personalidade expansiva. Mas, para a sua surpresa, todos aqueles impactados por ela farão o possível para ajudá-la.

Disponível em: Netflix

Até a próxima, gente! =]

Notas da Audiovizueira nº 25

Olá, pessoas!

Hoje é dia daquela dica/resenha. Então, bora falar de coisa boa? De filme disponível no streaming!

A mais nova adaptação cinematográfica do autor Matthew Quick é “Quase uma Rockstar”. Todo mundo conhece esse escritor, né? Só a pessoa cujo livro-que-virou-filmes, “O Lado Bom da Vida” rendeu à Jennifer Lawrence seu Oscar!

Então, dessa vez, o universo é mais teen. A trama conta a história de Amber, uma jovem que está no seu último ano do colégio e é super prestativa, ajuda os outros, tem vários trampos, é ativa nas atividades escolares (principalmente as que envolvem arrecadações para causas nobres) e é mega adorável com todo mundo!

No entanto, ela tem um segredo: ela e sua mãe moram num ônibus. E ela não pode contar pra ninguém sobre essa situação.

Fator Cativação

Se você curte uns filmes de chorar, ficar emocionado, pensar no poder da amizade e do bem frente às tragédias da vida, esse é o ideal para você.

Tem desgraça em cima de desgraça acontecendo na vida de Amber, com a perda de pessoas importantes, dinheiro faltando e um animalzinho de estimação precisando de tratamento médico.

Maaaaaas, também vem o choro de emoção porque ela tem pessoas à sua volta que retribuem tudo aquilo que ela faz durante tanto tempo, sem pedir nada em troca. Tem muito amor, amizade e afeto.

Nível de Adaptação

Eu admito que faz bastante tempo que li o livro (e que não é o meu autor preferido), mas eu percebi que adoro as versões cinematográficas dos filmes dele. E, o próprio dono da história está envolvido no roteiro, então, já tinha potencial para dar certo.

Elenco

Tem uma galerinha bem boa nesse filme, a protagonista é a Auli’i Cravalho (vulgo, a Moana) e ela é ótima, além disso tem a excelente Justina Machado, de One Day At a Time, como a mãe de Amber, a Judy Reyes, de Scrubs, como a mãe do melhor amigo dela, a Carol Burnett, Fred Armisen.

E um elenco de side kicks que faria qualquer filme do Disney Channel ficar orgulhoso!

Vale a pena ver pra dar aquela bela chorada, se sentir impactada pelos golpes que a vida dá na coitada da protagonista, mas também comemorar com as suas eventuais vitórias!

Alguém aí já viu? Conta nos comentários o que achou.

Espero que gostem! Até a próxima!

Notas da Audiovizueira nº24

Olá, gente!

Tem muita coisa legal para assistir nos streamings, né? Todo dia lançam algo. Fica difícil seguir tudo, mas é bom saber que sempre há uma novidade para curtir.

Bora pra lista?

01. Umbrella Academy

Baseada nos quadrinhos de Gerard Way e Gabriel Bá, a trama gira em torno de uma família cheia de irmãos com superpoderes que está tentando resolver o misterioso falecimento do patriarca.

Disponível em: Netflix

02. Green Book

Esse filme ganhador do Oscar, inspirado em um livro que circulou entre os anos 1930 e 60, narra a história de um homem que precisa de dinheiro e aceita o trabalho de motorista para um famoso pianista negro.

Disponível em: Amazon Prime Vídeo

03. O Menino que Descobriu o Vento

Baseado em fatos reais, o livro, escrito por William Kamkwamba e Bryan Mealer, trata-se da trajetória de um menino que, para salvar seu vilarejo, constrói uma turbina eólica.

Disponível em: Netflix

04. Ela disse, Ele disse

Inspirado n livro de mesmo nome, da autora Thalita Rebouças, acompanha a história de adolescentes mostrando o ponto de vista das meninas e dos meninos sobre coisas como crushs, bullying, amigos e o colégio.

Disponível em: Amazon Prime Vídeo

Até a próxima, gente! =]

Notas da Audiovizueira nº22

Oie, gente!

Friozinho combina com uma maratona de filmes e séries, né? Que tal umas dicas literárias/audiovisuais?

Bora lá!

01. A Minha Garota para Sempre

O filme conta a história de um rapaz que deixa sua noiva no altar para seguir seu sonho de ser um astro da música country. Após conseguir o sucesso desejado, ele é levado de volta ao seu passado por causa de uma trágica notícia. Inspirado no livro de Heidi McLaughlin.

Disponível em: Telecine Play

02. Ps: Ainda Amo Você

A sequência de “Para Todos os Garotos que Amei”, de Jenny Han, traz os desdobramentos da história de Lara Jean e o que acontece quando alguém para quem ela enviou uma de suas cartas aparece em sua vida.

Disponível em: Netflix

03. Cadê Você, Bernadette?

Adaptação da obra de Maria Semple, o filme aborda a história de Bernadette, uma mulher que esteve 20 aos cuidando de sua família e, um dia, simplesmente some do mapa.

Disponível em: Telecine Play

04. Dumplin

O filme, cujo livro foi escrito por Jullie Murphy, traz a história de uma jovem cuja mãe é uma ex-miss que trabalha com modelos que vão participar de concursos de beleza. Ela, que não está dentro do padrão comum dos concursos, decide entrar em desses concursos no qual sua mãe é jurada.

Disponível em: Netflix

Espero que curtam!

Até a próxima!

Notas da Audiovizueira nº 21

Sabe como eu sei que uma série foi impactante?

Quando eu preciso escrever sobre ela após terminar (seja uma maratona ou uma visualização de episódios de forma ágil ao longo de algumas semanas – que não é, tecnicamente, uma maratona, mas engloba assistir por muito temo a mesma coisa)

Quanto mais difícil para me desapegar dos personagens, da trama, no universo, mais eu sei que o conteúdo criado foi excepcional (na minha humilde concepção de audiovizueira apaixonada por produções cativantes)

Esse foi o caso de Parks & Recreation. A série, criada por Greg Daniels e Michael Schur, mentes que trouxeram ao mundo a adaptação do The Office e, principalmente, o humano responsável pela criação de uma das minhas séries favoritas da vida, The Good Place (Michael Schur).

Ok, agora chegando ao ponto, o que há é tão cativante a história, quais os acontecimentos importantes e porque eu vou indicar para todas as pessoas sempre que puder?

Trama

Numa simplificação, a série trata sobre a vida de uma funcionária pública e seu departamento. No entanto, é muito mais que isso. O programa fala sobre amizade, aliás, a interação de Leslie e Ann logo no primeiro episódio foi uma escolha dos criadores para explicar a linha que seria percorrida ao longo dos episódios.

E é isso mesmo, com altos e baixos na carreira ou na vida pessoal, juntando momentos impagáveis com atividades inerentes à vida no ambiente de trabalho, Parks segue. no formato mockumentary (documentário de zueira, para os íntimos), um grupo grande de personagens. Ainda que seja focado num núcleo pricniapl, diferente de outras produções, todos têm os seus momentos de glória, conhecemos os hábitos e sabemos como cada um agiria em uma situação especifica. Torcemos pelas suas conquistas e nos compadecemos com as suas derrotas.

Uma das minhas partes favoritas é esse desenvolvimento. Ainda que não tenham tanto tempo de cena, nós conhecemos essas pessoas.

Fator Cativação

  • Baita elenco talentoso. Tem herói da Marvel, tem comediante do SNL, galera de stand up. E cada um traz atributos especiais à trama.
  • Um grupo de criadores e roteiristas genial e uma produção demais. (gente que trouxe ao mundo do audiovisual: The Offce US, The Good Place e Brooklyn 99)
  • A série é cheia de histórias que te farão entrar no universo de Pawnee. Cê vai acreditar que a cidade existe e isso vai te levar a outro nível de experiência. (Que, ao que tudo indica, tá no universo compartilhado de outras séries dos mesmo autores/criadores)
  • Participações especiais: tem uma galera famosa (e parças dos criadores) que aparece aí. Andy Samberg, Ben Schwartz, Jason Mantzoukas, Will Forte, Kristen Bell, Dax Shepard e muitos outros!
  • Fiquei muito apaixonada e torcendo para que um dia pessoas como a Leslie consigam fazer mudanças significativas no mundo.

Desenvolvimento de Personagens

  • Mesmo com tantas histórias, linhas narrativas e peculiaridades, diferente de alguns seriados que eu já vi, deu para trabalhar um pouco de cada protagonista, ainda que alguns tenham mais espaço e histórias. Poucos ficaram com aquela sensação de ‘tá, beleza, mas podia ter um pouquinho mais”
  • Relacionamentos: amizades, amores, brigas e reparações. Tem de tudo, desde a essência que é a ligação entre a Leslie e a Ann a partir de um problema com uma cratera na rua, casais que se formaram, terminaram e voltaram. Alguns relacionamento tóxicos…
  • Piadas recorrentes: o coitado do Jerry, todo atrapalhado, sofre com os colegas. O Ron, com sua casca dura insistindo em errar o nome das pessoas de propósito, entre outros.

Extras

Erros de gravação: a série tem uns erros de gravações ótimos, incluindo um em que eles trocam os personagens da abertura por um pônei e outro que alguém da produção

Gifs

Sério. Não existe nada mais daora do que poder aproveitar gifs engraçados com os seus personagens favoritos para qualquer momento em uma conversa.

E Parks tem uns gifs que são geniais. (tô olhando pra você, Ron de mini chapéu).

Tempo investido

São 7 temporadas. Maaaaaas, pensando positivo, a primeira temporada tem só 06 episódios e a última é mais curtinha. (Ok, são vários episódios ainda, só que são maravilhosos!).

Acho que eu já falei muito, né? #Fangirl

Alguém aí já assistiu? O que achou? Conte nos comentários.

Até a próxima. =]

Notas da Audiovizueira nº20

Olá, pessoas!

De volta com uma lista cheia de indicações para todos os apaixonados por audiovisual!

Bora lá!

01. A Química Entre Nós Dois

A adaptação literária da mesmo nome, escrita por Krystal Sutherland, narra a história de uma garota que começa a estudar em um novo colégio, entre no jornal dele, conhece um garoto que acaba se apaixonando por ela.

Disponível em: Amazon Prime Vídeo

02. A Esposa

Nesse filme indicando ao Oscar, uma esposa vai acompanhar o seu marido para que ele recebe a premiação do Nobel de Literatura, mas existe muita coisa por trás da carreira literária dos dois.

Disponível em: Telecine Play

03. O Clube das Babás

Baseado nos livros de Ann M. Martin, essa série conta histórias de um grupo de amigas que abre uma agência de babás.

Disponível em: Netflix

04. Meu Amigo Enzo

Com cara de filme de chorar, narrando a trajetória a e crescimento, vida e evolução de um homem e seu doguinho.

Disponível em: Telecine Play

Espero que curtam. Até a próxima!

Notas da Audiovizueira nº19

Oie, gente!

Hoje vem aquele post diferentão, sem lista, mas com uma indicação de algo que eu vi recentemente e me diverti muito.

Disponível na Netflix, esse programa é de uma categoria que eu, particularmente, curto: programa de competição que me lembram aqueles meio engraçados dos anos 90.

Então vamos ao que interessa, falar do “Jogo da Lava”.

A primeira temporada possui 10 episódios, com a duração média de 30 minutos. A premissa é aquele básico do famoso jogo americano: utilizar qualquer objeto para pisar e chegar até o final do circuito.

No entanto, diferente do que é normalmente visto, as pessoas não estão pulando em uma superfície sólida. O programa tem umas piscina de lava na qual grande objetos são dispostos para que sejam usados como itens para transportar os jogadores de um local ao outro.

Mudando de cenário a cada episódio (e, nas vezes que repetiu o cenário, algumas coisas foram alteradas como botões que fazem a lava borbulhar), as cenas envolvem uma cozinha, um porão cheio de objetos relativos a história e com uma pirâmide impossível de sair, um quarto com UMA CAMA QUE GIRA e, um dos mais difíceis, na minha opinião, um espaço com tema astronômico.

Alternando entre duas e três equipes formadas por famílias, amigos, colegas de trabalho e casais, os competidores devem atravessar todo o cenário com o maior número possível de integrantes no menor espaço de tempo.

As técnicas variam entre “voando solo”, “tô esperando o meu colega” e “pode ir que eu tô aqui pra te ajudar”. As equipes precisam pensar rápido e ficar de olho em todas as nuances do cenário, como chaves escondidas, botões e itens que podem ajudar (ou atrapalhar).

É um daqueles programas em que a gente grita com a TV, torce para as pessoas e fica triste se os seus favoritos caem na lava.

Além disso, tem um narrador que faz comentários engraçadinhos e edição das quedas e pulos inusitados.

Perfeito para quando precisamos de uma distração simples, não vejo a hora de ter mais temporadas!

Até a próxima, gente!

Notas da Audiovizueira nº18

Olá, pessoas!

De volta com as listas. Eu sei que as maratonas parecem infinitas, mas, se você for como eu, descobrir novas coisas para assistir é sempre genial.

Bora lá? Só com indicados ao Emmy 2020 (para ajudar quem tá aí que nem eu, tentando ver tudo o que pode até o dia da cerimônia).

Aviso: lista de premiação normalmente é cheia de série/história tensa. xD

01. Nada Ortodoxa

A minissérie inspirada no livro “Nada Ortodoxa – livro de memórias de Deborah Feldman” é baseado em sua história real. Trata-se de uma garota que foge de um casamento arranjado em uma comunidade religiosa. Com ajuda externa, ela vai para Berlim tentar recomeçar sua vida.

Disponível em: Netflix

02. Pequenas Grandes Mentiras

Com um baita elenco e vários prêmios, a produção da HBO narra a história e três mulheres em uma cidade na qual ocorreu um incidente chocante. A série é baseada no livro de Liane Moriarty.

Disponível em: HBO GO

03. Self Made: Inspired by the Life of Madam C. J. Walker

Inspirada no livro de A’Lelia Bundles, a minissérie conta a história de Madam C.J. Walker, uma importante ativista social e a primeira mulher milionária dos EUA a conquistar seu próprio patrimônio..

Disponível em: Netflix

04. The Mandalorian

A série conta a história de um Gunfighter mandaloriano no universo de Star Wars, na cronologia, está após queda do império e antes do surgimento da Primeira Ordem.

Disponível em: Netflix

Espero que curtam. Até a próxima! =]

Disponível em: (Ainda não chegou no Brasil, mas como o Disney + tá com previsão pra chegar em breve, fica aí a dica. E é Star Wars, né? Impossível não indicar aqui)

Notas da Audiovizueira #17

TopoNotasAudiovizueira-01

Oie, gente!

Hoje é um daqueles dias diferentes em que não tem lista, mas uma semi-resenha de alguma produção audiovisual!

Inspirada em uma atividade que ganhou mais força no período da quarentena, a famosa table read (que nada mais é do que os atores lendo roteiro), eu vim fala um pouco de Scott Pilgrim Contra o Mundo.

O filme tem como fonte os quadrinhos de Bryan Lee O’Malley (que, infelizmente, eu ainda não li, mas o primeiro volume já está na minha biblioteca virtual daquele famoso app de leitura que não me patrocina…), e, basicamente, conta a história de um jovem de 22 anos, Scott, que  é baixista de uma banda de garagem e não tá indo muito bem no quesito “ser um adulto”. Ele mora com um colega de quarto e namora uma garota que está no colégio (e todo mundo o crítica, obviamente, por isso. Mas esse namoro é mais platônico do que qualquer coisa).

Outros personagens que marcam presença são a irmã de Scott, que não perde a chance de pegar no pé dele, a colega de trabalho dela (que, impressionantemente, também trabalha em mais 78638890228092 e vive aparecendo nos lugares e seus colegas de banda, a baterista, que já foi sua namorada e o guitarrista/vocal.

Maaas, quem, além do Scott, protagoniza esse filme é Ramona! Uma garota nova na cidade, que muda a cor de cabelo de tempos em tempos por quem Scott se apaixona à primeira vista.

Com tentativas que envolveram até pedir algo para o lugar em que ela trabalhava e, desse forma, receber a encomenda entregue pela própria garota, eles acabam se aproximando.

No entanto, há um problema. Para que eles possam ficar juntos, Scott vai precisar enfrentar todas as pessoas com quem Ramona namorou!

Esse é o enredo principal do filme, agora, falando da produção. MINHA NOSSA QUE GENIAL. O filme todo é cheio de referências interessantes, com uma iconografia que remete a videogames, outros elementos de cultura pop.

A edição é brilhante, com uso de transições de cena super interessantes, a montagem é maravilhosa. O filme é pensado frame a frame para ser uma experiência. É a junção do universo dos quadrinhos, com elementos de videogame. Toda a produção é linda e o elenco foi muito bem escalado.

Aliás, muita gente que ficou famosona aparece nesse filme.

A trilha sonora é genial. Inclusive, os atores tocam e cantam de verdade.

Algumas coisas são irritantes, principalmente algumas atitudes dos personagens principais, mas, ao final, você só consegue pensar em como o filme é bem feito!

Pra quem ainda não viu, vale a dica. E dá pra aproveitar e assistir a table read. A maior parte do elenco original aparece.

Espero que curtam. Até a próxima! =]

Notas da Audiovizueira #16

TopoNotasAudiovizueira-01

Oie, gente!

Passamos pela metade da semana e e aquele momento de encher a lista de indicações com as produções audiovisuais que bebem na fonte da literatura.

#BoraLá

01. Scott Pilgrim contra o mundo

O filme que parece mais um jogo de videogame foi inspirado nos quadrinhos de Bryan Lee O’Malley e é basicamente uma obra de arte! Sério, é uma produção brilhante que narra a história de um jovem adulto, Scott, que se apaixona por uma garota de cabelos coloridos chamada Ramona e precisa enfrentar os ex-namoradxs dela para que possam ficar juntos.
Disponível em: Amazon Prime Vídeo

02. Pessoas Normais
Essa série, indicada ao Emmy, inclusive, é baseada na obra de Sally Rooney e narra a história de Marianne e Connell e as suas “esbarradas” ao longo de diversos períodos.
Disponível em: Starz

03. Cursed – A Lenda do Lago

Uma das mais recentes séries da Netflix, a história acompanha Nimue, uma garota com o poder de se transformar na Dama do Lago.

Disponível em: Netflix

04. Anna Karenina

Adaptação do clássico de ‎Liev Tolstói, narra a trajetória de uma mulher, casado com um funcionário do governo e acaba se apaixonando por um oficial da cavalaria.

Disponível em: Telecine Play

Espero que curtam.

Até a próxima.