Faça Boa Arte #ResenhaDe Quinta

Título/Autor/Editora: O Discurso “Faça Boa Arte”, Neil
Gaiman – Intrínseca

Avaliação: Ansiosa para fazer a minha cota de arte boa!!

Geeeente, hoje tem resenha a jato!! Admito que eu estou enroscada aqui porque a leitura anda um pouco atrasada (tô me adaptando a uma nova rotina, mas tenho fé de que logo estarei de volta ao meu padrão de leitura!)

Então, para não deixar o dia de hoje passar em branco eu escolhi esse livro que é uma das coisas mais geniais que eu já li!

Na verdade, ele não é um livro propriamente dito (ok, desse jeito parece que eu tô desmerecendo o coitado do livro), mas o que eu quer dizer é que ele não é uma obra de ficção com começo, meio e fim, do jeito que estou acostumada a postar aqui!

Esse livro é a transcrição do discurso que o Neil Gaiman fez para os graduandos da University of the Arts na Filadélfia em 2012.

Por si só o livro é uma obra de arte. Cada página tem seu design próprio. Ele é todo “artístico”!

Não há como explicar, fora dizendo que ele é inspirador e perfeito para quem quer lutar pelos seus sonhos, buscar a felicidade através da realização de um trabalho que te deixe feliz.

Esse discurso mostra para as pessoas que somente através de muita coragem, determinação e trabalho constante nós conseguiremos tudo aquilo que desejamos!

Para todo mundo que está começando e não sabe como será o futuro e para aqueles que estão no meio do caminho e sofrem pensando que nunca conseguirão chegar à felicidade profissional e pessoal!!

Gente, é muita inspiração para pouca página! Sério, não há como ler e não ficar ansiosa para começar um novo projeto e dominar o mundo!

Por hoje é só. Até a próxima, humanos!

Conto de Neil Gaiman adaptado por brasileiros #NotinhasDaLeitora

Geeente, olha que orgulho, os irmãos

Fábio Moon e Gabriel Bá serão os artistas por trás da Graphic Novel que adaptará para os quadrinhos o conto “Como falar com garotas em festas” do Neil Gaiman, publicado no livro “Coisas Frágeis”.

A previsão da Dark Horse é de lançar a graphic novel em junho de 2016. #TodosTorce para junho chegar logo!!

Fui para longe na minha cabeça, em um livro. Era para onde eu ia sempre que a vida real ficava muito difícil ou inflexível.

O oceano no fim do caminho, Neil Gaiman.

Capa do novo livro do Neil Gaiman #NotinhasDaLeitora

Se a Intrínseca queria que eu vomitasse arco-íris em loop, ela conseguiu!

E editora divulgou nas redes sociais a capa do mais novo livro do Neil Gaiman, que contará com as ilustrações de Lorenzo Mattotti! A previsão de lançamento é setembro desse ano! (Vulgo, mês que vem, humanos!!!)

O texto poético é uma releitura do clássico “João e Maria” e com certeza será genial!!! #EsperandoAnsiosamente!

Top 3 – Livros para ler no carro

Ainda seguindo a temática férias, porque julho é realmente
um mês mágico e lindo (ainda mais porque as minhas férias estão ótimas e eu não
quero pensar em trabalho tão cedo) chega para todos os humanos que lêem esse Tumblr
mais um Top 3 com a lista de livros para ler durante uma viagem de carro.

Essa foi uma inspiração vinda da experiência real de uma
pessoa (vulgo, eu) que viajou essa semana e teve 8 horas para aproveitar o “balanço
batuta” da estrada enquanto outra pessoa prestava atenção nas coisas menos
importantes, tipo os carros e a pista hahahahaha.

Para aqueles, como eu, que não ficam muito enjoados com esse
tipo de situação, taí a minha lista!

01. Faça Boa Arte – Neil Gaiman.

Além de ser um livro curtinho e genial, essa publicação, que
é o discurso que o Neil Gaiman fez para os graduandos da University of the Arts
na Filadélfia em 2012 é todo “artístico”, não é texto corrido, cada página é
uma obra de arte por si só. Com um design próprio, esse ‘livrinho” é inspirador
e perfeito para quem quer aproveitar o tempo da viagem, mas não tá pronto para
se aprofundar na prosa enquanto está em movimento.

02. Twittando o Amor – Teresa Medeiros.

Além de ser mega fofinho, esse livro, que conta a história
de uma autora que está com “bloqueio de escrita” e um professor em seu ano “sabático”
que acabam se “encontrando” no universo virtual. O livro não é tão curto, mas
grande parte dele é contada através de tweets
e isso ajuda na leitura mais “ágil” e dá menos “nó na vista”. Vale a pena
tentar.

03. O Hobbit – J R R Tolkien

Para os que gostam de desafio, que tal acompanhar a jornada
de Bilbo Bolseiro em uma aventura juntamente com um corajoso grupo de anões que
quer retornar e retomar sua Terra, tendo que, para isso, enfrentar o poderoso
Smaug e os desafios que a caminhada na Terra Média traz. Esse é um livro maior
e, para aqueles com uma viagem comprida e estômago forte para o “sacode” do
carro!

Espero que gostem da lista, humanos! Para quem também vai
viajar, bom caminho a todos e segurança nessas estradas!! #ConselhoDeTia. E
para quem fica, #Paciência,JovensPadawans! A hora de vocês também vai chegar!

“As regras do possível ou impossível no mundo das artes foram criadas por gente que não desafiou os limites do possível tentando ultrapassá-las” – Faça boa arte, Neil Gaiman

Top 3 – Chovendo no Molhado

Em homenagem ao dia de hoje que além de muito chuvoso foi
extremamente divertido com uma visita a sebos (e a compra de livros legais que
eu queria há um tempo – e outros que ficaram para a próxima porque a cota do mês
já foi atingida!!) o Top 3 vai ser… CHOVER NO MOLHADO!

Sabe aqueles livros que enrolam a gente e no fundo não disseram
nada? Tipicamente, essa lista tem os livros que eu não sei o que dizer e nem o
que sentir. Mas sentir um NADA enorme. A não ser questionar as horas perdidas
para livros que eu não consigo nem odiar.  HAHAHAHAHAHA.

1. Resposta Certa – David Nicholls

Eu simplesmente adoro programas, jogos e qualquer coisa que
tenham perguntas e repostas. Sendo assim, quando li a sinopse desse livro (algo
que eu não faço normalmente) eu achei que seria genial e ficaria mega apaixonada.
Só que isso não aconteceu. Terminei o livro e NADA. Foram só páginas atrás de páginas
e não fui cativada! Isso ocorreu com “O Substituto”, do mesmo autor e eu tive
que deixar o livro de lado, antes de chegar à metade dele (-_-). Mas tô botando
fé em “Um dia”, que eu comprei hoje (!!!).

2. Coisas Frágeis – Neil Gaiman

Já tinha lido um livro dele e tenho uma graphic novel. Ele é
um ótimo autor e eu acho um dos caras mais geniais que existem!!! Isso é fato,
Neil Gaiman é muito foda. Mas esse livro me encantou como “O oceano no fim do
caminho” (que eu amei MUITO). Terminei só por questão de honra, mas tenho outro
livro dele esperando para ser lido e com certeza terei bons sentimentos! ❤

3. Perfeitos/Especiais/Extras – Scott Westerfeld

Comprei a “quadrilogia” Feios porque ouvi falar MUITO bem e,
durante semanas, eu fiquei de olho em promoções em todas as lojas online e
quando consegui comprar fiquei tãooooooo feliz! Mas ai eu comecei a ler e
gostei do mundo criado e achei bem interessante a premissa. Curti Feios, mas
admito que a Tally me irritou um pouco desde o começo. E com o passar dos
livros, eu sentia que não ia ser conquistada pela história e foi isso o que
aconteceu. E terminei também só porque já tinha começado.

Se tem algum fã desses livros/autores por ai, desculpe, mas
isso ai foi o que senti e se tiverem outras obras legais deles para indicar
para que eu tenha muito amor por seus livros, sempre aceito indicações!! ❤

E quem não leu os livros, indico a leitura, porque o que eu
não achei interessante, pode ser legal para os outros.

Até a próxima, humanos!!