“Todos os seres humanos cometem erros. O que determina o caráter de uma pessoa não são os erros que ela comete, mas como ela transforma esses erros em lições ao invés de dar desculpas.”

É Assim Que Acaba, Colleen Hoover

Nado Livre #Resenha

Título/Autora/Editora: “Nado Livre”, Lili Reinhart, Alt

Avaliação: Pegando a toalha para me secar depois desse mergulho.

Olá, pessoas!

Hoje tem resenha de um livro que, admito, comprei pela capa.

Quando eu vi, achei super interessante. E, como estava disponível no Skeelo, não passei vontade.

A obra tem como autora a atriz Lili Reinhart (se você é fãs de Riverdale sabe quem ela é). Não sabia o que encontraria, mas fui positivamente surpreendida). Lembrando que vale um alerta de gatilho de saúde mental!

Trata-se de uma série de poesias complementadas, em algumas páginas, com ilustrações muito legais.

O que mais me cativou no livro foi o fato dos temas serem tão pessoais, mas universais. Amor, ansiedade, depressão, saúde mental, entre outros.

Aborda com naturalidade e delicadeza itens tão importantes e aproxima as pessoas que lidam diariamente com algumas dessas (ou todas) coisas dispostas nas páginas.

Eu me encontrei em diversas páginas, senti empatia e me coloquei no lugar da pessoa que estava em algum momento de ansiedade ou confusão.

Também serve para aqueles que sentem uma curiosidade de entender o outro lado dos famosos. Fora dos holofotes e roteiros existe uma pessoa de carne e osso , com sentimentos e sofrimentos (até os mais conflitantes).

Impossível não relacionar alguns versos ao namoro que ela teve com o colega de elenco, mas acho que, no geral, isso é irrelevante e vale muito mais a experiência para encontrar poesias que se aproximam do cotidiano de muita gente.

É uma leitura rápida pela estrutura do texto, mas exige um tempo para “ruminar” todo o material. (Padrão poesia).

Adorei conhecer esse outro lado da Lili e curti a publicação! Já quero mais publicações.

Quem já leu? Conta o que achou.

Tem fãs de Riverdale por aí também?

“Música é alma, é a capacidade de melhorar o dia de alguém ou de botar pra fora todo tipo de sentimento. Música é… energia.”

Entre Reencontros e Melodias”, Deborah Strougo