“Han sempre fala: ‘Nunca me diga as possibilidades’. (…) Mas quando tem a chance de falar essa frase, o que Han quer dizer é: ‘ Não descarte uma ideia só porque parece improvável'”.

Star Wars – O retorno do Jedi – Cuidado com o lado sombrio da Força

“Demoro tanto escolhendo as palavras, pensando em como serão recebidas, me perguntando se haveria opções melhores, que elas acabam perdendo toda a espontaneidade.”

“Adultos”, Emma Jane Unsworth

Amor na Loja de Chocolates #Resenha

Título/ Autora: Amor na Loja de Chocolates, Renata Lustosa.

Avaliação: Querendo me encher de chocolate!!

Olá, pessoas!

Bora para uma resenha que tem sensação de #tbt? Com uma vibe doce da Páscoa.

Quem não gosta de um livro temático? Ainda mais se for uma comédia romântica fofa de uma autora que já ocupa um espaço especial na biblioteca. xD

Mais uma vez, temos uma história muito gracinha para deixar os corações quentinhos. Nela, conhecemos Olivia, dona de uma loja de chocolates vegano localizado em um shopping de alto padrão.

Perto da Páscoa, na loja acaba cercada por uma horda de fãs (náticas). Isso porque havia um ator famoso bem no meio do shopping.

Olivia cachou que seria uma ótima oportunidade de venda, até que o segurança mal-encarado do ator tirou todas as garotas de lá. (Por sorte, o rapaz acabou comprando muito chocolate e, de quebra, a chamou para sair).

Workaholic de carteirinha, ela pensou em não aceitar, mas mudou de ideia, lembrando que seu pai sempre falava que ela devia sair e aproveitar um pouco a vida.

No entanto, o encontro não sai como ela espera e aquele segurança acaba sendo menos ranzinza do que ela imaginava.

Com interações fofas, encontros inusitadas, corações abertos e muito chocolate, esse conto curtinho é perfeito para momentos em que precisamos de uma dose de doçura na lista de leitura.

Quem aí já leu? Conta o que achou.

Notas da Audiovizueira n°44

Olá, pessoas!

Espero que estejam todos bem nesse período. Que tal a gente se distrair falando sobre um filme inspirado em livro?

Bora comenta Moxie, a nova produção da Netflix?

Primeiro, eu já estava muito ansiosa para assistir porque AMO adaptações literárias. Ai descobri que envolvia a Amy Poehler e soube que seria puro amor.

Sobre o que fala??

História de uma adolescente que tem uma vida normal, com aquelas preocupações de faculdade, popularidade. Padrão. Ele tem uma melhor amiga e estuda em um colégio que passa para o astro do futebol.

Normal, né? Chega a ser irritante como até ela repete frases que perpetuam esse comportamento abusivo de certos alunos.

As coisas começar a mudar com a chegada de Lucy, uma garota com personalidade forte e que, com alguns comentários certeiros e alguns casos de machismo no colégio, faz com que Vivian reflita sobre a situação de escola.

Inspirada nos anos de protestos de sua mãe, ela decide falar sobre os problemas no colégio de forma anônima: Cria uma zine feminista chamada Moxie.

A publicação é um sucesso, mas as coisas tomam uma proporção que gera problemas.

Além disso, nesse meio tem Seth, garoto fofo que vai mexer com o coração de Vivian,

• Pontos positivos

Amy produzindo e dirigindo a adaptação.

Elenco ótimo. Muito bem escolhido. Palmas para a diretora que representou muito bem muitas coisa que vemos no dia a dia.

Trilha sonora genial.

Traz para debate importantes pautas.

Direção de arte genial. Aquele quarto e, principalmente, a zine maravilhosa.

Partes mais fracas

Personagens e tramas subutilizadas. Por exemplo, a Lucy.

A rebeldia da Vivian, quando tá com a “mente aberta” é meio irritante. Ela briga com todo mundo que tá lá dando apoio.

Primeiro encontro meio esquisito.

Alguns itens não foram explicados, só esquecidos ao longo da narrativa.

Em todo caso, adorei o filme. Mesmo com uns pontinhos mais fracos.

Quem aí já assistiu?

Conta oque achou nos comentários.

Até a próxima. =]

Entrevista com a Pedra #Resenha

Título /Autor: Entrevista com a Pedra e outros contos, Nigel Goodman.

Avaliação: Esperando algumas coisas inanimada e aleatórias falarem.

Olá, pessoas!

As resenhas andam meio fora de data, mas podem acreditar que as leituras não pararam! Tem muita coisa boa chegando por aí!

Hoje tem a resenha de um livro que eu fiquei intrigada para ler desde que ouvi o autor falando dele em um podcast. E, para a minha alegria, encontrei disponível no Kindle Unlimited.

Aliás, toda vez que ele aparece no “Eu tava lá”, dou muita risada. Então, indico para todo mundo.

Mas, bora falar sobre o livro.

Trata-se de uma série de contos, abordando as diversas entrevistas realizadas por Anderson Leitão.

Ele é repórter de um jornal que não tem muita credibilidade por aí. Também não é um dos melhores em sua área.

Leitão adoraria ganhar um prêmio por suas reportagens, mas está muito longe disso.

Adoraria receber pautas melhores, mas nunca consegue se expressar de forma incisiva o suficiente. E quando tenta, ou as pessoas não levam a sério ou não entendem o sentimento dele.

Com isso, termina em um monte de entrevistas esquisitas, que nunca trarão satisfação profissional ou prêmios.

Entre as pautas malucas que o chefe entregou ao reporter, por ele ser, aparentemente, a pessoa perfeita para a reportagem, estão: entrevista com uma pecha, cachorro, obras de arte e até um macaco astronauta.

A ironia é que Anderson fez cada uma das entrevista com toda a seriedade possível.

Um livro curto, bom para quando precisamos de uma leitura simples e rápida.

Alguém ai já leu? Conta o que achou nos comentários.