Segundas Musicais #135

Olá, pessoas!

Mais uma semana começando! Precisamos de uma animação extra porque estamos no sprint final de 2020, né?

Bora pra uma playlist cheia de músicas animadas e que fazem parte da trilha sonora de filmes inspirados em livros?

01. MARINA – “About Love” – P.S: Eu ainda te amo

02. Beach House – Take Care – A química que há entre nós

03. James Bay – Us – After

04. Major Lazer – Get Free (feat. Amber Coffman) – O sol também é uma estrela

Espero que curtam! Até a próxima!

Podem até existir dias chuvosos sem você Mas lhe garanto que encontrarei meu arco-íris com potinho de ouro ao final

“Sem você virei poesia”, Dayana Araújo.

Vem cá, deitar comigo no chão #Resenha

Título/Autor: Vem cá, deitar comigo no chão, Erick Saraiva

Avaliação: Esticada no chão, revezando o olhar entre o gato e o teto.

Olá, pessoas!

Sabe aquela semana super corrida, que não dá tempo nem pra pensar direito, mas cê tá querendo ler alguma coisa e sentir que cumprir pelo menos uma missão de leitura? (as pequenas vitórias da vida!).

Então, esse livro é perfeito para esse momento. Curtinho, leve e fluído de ler.

Logo do começo, já me senti conectada pela experiência do autor com sua escrita. Sabe como é #UniãoPelasPalavras!

Entre seus versos, encontramos sentimentos e situações que todos vivemos. Podem ser aquelas vozes dentro da sua cabeça que ecoam todas as mensagens erradas para você, que ativam sua ansiedade e diminuem a sua autoestima, poemas de um amor que um dia já esteve bem, sobre os relacionamento que se desenvolveram lindamente… na sua cabeça.

Fala sobre pessoas que mudam, pessoas que crescem. Que descobrem a vida sendo mais do que só dinheiro, que ela é curta e deve ser aproveitada. Trata de amor, de estar apaixonado, dos relacionamentos que poderiam dar certo e daqueles que deram muito errado. Tristezas, alegrias e esperanças.

É sobre as preocupações da vida adulta. Sobre perder aquele arquivo do computador, os medos, os sonhos…

Cada página traz algo, nem que seja uma linhazinha só que você pode olhar de dizer em voz alta “essaí sou euzinha!”.

Adoro quando eu me encontro na leitura, ainda mais em períodos de tão necessárias distração mental frente a tanta coisa rodando na cabeça. Esse livro, com certeza foi uma das melhores coisas que eu pude encontrar para aliviar a confusão da semana.

Alguém aí já leu? Conta o que achou nos comentários!

Até a próxima! =]

A Tempestade #Resenha

Título/Autor: A tempestade, William Shakespeare.

Foto: Site L&PM

Avaliação: Já é a segunda vez que me preocupo com a água nas histórias desse clássico autor. xD

Olá, pessoas!

Chegando mais um clássico que eu pude aproveitar o áudiolivro enquanto realizava outras atividades #multitarefa!

Percebi que esse tipo de livro, os que têm formato de peças, são bem legais para se ouvir (ainda que eu goste muito de ler nesse tipo de estrutura)

A tempestade narra a história de Próspero, um ex-duque que foi enviado ao mar com sua filhinha após o seu irmão armar um golpe para tirá-lo do poder. O plano era que ele simplesmente não sobrevivesse, mas, não deu certo. O homem e sua filha terminaram isolados em uma ilha por 12 anos!

Sobre essa ilha, eu só conseguia ler e pensar em Lost. Sabem o que mais e encontrado nessa trama? Magia! Sim, a história é cheia de elementos mágicos!

Próspero, nos seus tempos de Duque, preferia a companhia dos livros às burocracias políticas, dessa maneira, leu tudo o que existia na Biblioteca de seu castelo, incluindo livros sobre todos os elementos. Inclusive, ele tem poderes. É um mago! Quando é traído por seu irmão, ele vai parar numa ilha na qual acaba libertando um espírito aprisionado com poderes de gênio, Ariel, e Caliban, um homem disforme.

Doze anos após a sua chegada à ilha, surge uma oportunidade única. Seus inimigos (o irmão, Antonio e Alonso, Rei de Nápoles), estão no mar, retornando de um casamento. Próspero cria, junto de Ariel, um naufrágio para que possa trazê-los à ilha e se vingar.

Durante a trama, vemos a interação de Miranda, já com 15 anos e o filho do Rei de Nápoles, uma união inesperada de tripulantes com Caliban, que quer tirar Próspero do poder (ele comanda a ilha e o homem é seu servo), além disso, as tentativas de Alonso, Antonio e Gonçalo de sobreviverem às intempéries do lugar.

Tudo isso se passa no curso de poucas horas, tantas acontecimentos em uma história que tem como raiz a vingança que Próspero tanto deseja, mas se mistura com uma narrativa de primeiro amor, elementos fantásticos e, principalmente, perdão.

Sem dar mais spoleirs por hoje, gente! xD

Quem aí já leu? Contem o que acharam nos comentários!

Segundas Musicais #125

Olá, pessoas!

Começando mais uma semana, o último dia de agosto! Até o mês mais comprido do ano passou voando. Quem diria?

Retornando às raízes, bora de músicas inspiradas em obras literárias!

#SomNaCaixa

01. Amerika – Young The Giant

02. Admirável Chip Novo – Pitty

03. Dust Bowl Dance – Mumford and Sons

04. Monte Castelo – Legião Urbana

Espero que curtam!

Até a próxima. =]

Não sei se a internet tem me ajudado a me manter informada ou se a tela estreitou meus olhos, enquanto perco de vista um mundo enorme que não cabe mais no meu campo de visão.

“Bobagens Imperdíveis para atravessar o isolamento: Crônicas fantásticas”, Aline Valek

Sempre faço tudo errado quando estou feliz #Resenha

Screenshot_20200820-193638_1.jpg

Título/Autora: Sempre faço tudo errado quando estou feliz: Tirinhas sentimentais para todo tipo de bad. Raquel Segal. Editora Outro Planeta.

Avaliação: Tentando não ter as mesmas atitudes que me mantém na bad como os quadrinhos mostram!

Olá pessoas! Uma resenha novinha em folha chegando. Mais um daqueles livros que a gente pega e, quando percebe, já terminou! DO tipo que faz com que fiquemos com o coração quentinho, mas também nos dá uns belos puxões de orelha. É uma mistura de sentimentos que, em algum momento, você vai se sentir contemplado. Pode ser alguma atitude que já teve (ou ainda segue), por alguma coisa que já pensou e foi descrita em um dos quadrinhos. É muito bom saber que não estamos só em alguns tipos de coisas.

A autora da obra é criadora de uma página no Facebook,  “Aquele Eita”,  de onde saíram tirinhas que, em poucas palavras, conseguem expressar tanta coisa.

E logo no começo tem a apresentação do akapoeta, que escreveu um dos meus livros favoritos, “O livro dos ressignificados” (tem resenha aqui), então, como não amar? E, no fim, também tem uma partezinha escrita pelo Daniel Bovolento, de outro livro que eu adoro “Por onde andam as pessoas interessantes” (resenha aqui).

Nas poucas páginas, essa maravilha de leitura fluída, cativante e cheia de emoções, traz tirinhas que abordam temáticas variadas, fala sobre atitudes que temos e são preocupantes, como os muros que construímos para nos proteger, sobre como deixamos a opinião dos outros influenciar na visão que temos de nós mesmos. Maaaas, também traz muitas mensagens motivacionais, para incentivar as pessoas a acreditarem nos seus talentos, em suas capacidades.

Fala sobre medo, frustrações, ansiedade. Sério. É muito quentinho no coração! Falando umas verdades, mas com aquele abraço de “vai ficar tudo bem”

Aborda relações e relacionamentos. Amor, amizade, autoconhecimento. Sentimentos, no geral. Tem até umas coisas que dão vontade de imprimir e colar na parede para ler TODO DIA. Apoio, otimismo e respeito às emoções. Tem de tudo!!

Curti muito e algumas coisas eu precisava ler nesse momento. Essa é a maravilha da literatura, né?

Espero que curtam e resenha e, quem leu ou ler, comenta aí o que achou!

Até a próxima! =]

 

Notas da Audiovizueira #16

TopoNotasAudiovizueira-01

Oie, gente!

Passamos pela metade da semana e e aquele momento de encher a lista de indicações com as produções audiovisuais que bebem na fonte da literatura.

#BoraLá

01. Scott Pilgrim contra o mundo

O filme que parece mais um jogo de videogame foi inspirado nos quadrinhos de Bryan Lee O’Malley e é basicamente uma obra de arte! Sério, é uma produção brilhante que narra a história de um jovem adulto, Scott, que se apaixona por uma garota de cabelos coloridos chamada Ramona e precisa enfrentar os ex-namoradxs dela para que possam ficar juntos.
Disponível em: Amazon Prime Vídeo

02. Pessoas Normais
Essa série, indicada ao Emmy, inclusive, é baseada na obra de Sally Rooney e narra a história de Marianne e Connell e as suas “esbarradas” ao longo de diversos períodos.
Disponível em: Starz

03. Cursed – A Lenda do Lago

Uma das mais recentes séries da Netflix, a história acompanha Nimue, uma garota com o poder de se transformar na Dama do Lago.

Disponível em: Netflix

04. Anna Karenina

Adaptação do clássico de ‎Liev Tolstói, narra a trajetória de uma mulher, casado com um funcionário do governo e acaba se apaixonando por um oficial da cavalaria.

Disponível em: Telecine Play

Espero que curtam.

Até a próxima.