Segundas Musicais #152

Olá, pessoas!

Chegou a lista mais musical da semana!!

Inspirada no começo de outono, bora para uma playlist temática!

01. Engenheiro do Hawaii – Outono em Porto Alegre

02. Sandy & Junior – As Quatro Estações

03. Ed Sheeran – Autumm Leaves

04. Diana Krall – Autumm in New York

Espero que curtam!

Até a próxima! =]

Entrevista com a Pedra #Resenha

Título /Autor: Entrevista com a Pedra e outros contos, Nigel Goodman.

Avaliação: Esperando algumas coisas inanimada e aleatórias falarem.

Olá, pessoas!

As resenhas andam meio fora de data, mas podem acreditar que as leituras não pararam! Tem muita coisa boa chegando por aí!

Hoje tem a resenha de um livro que eu fiquei intrigada para ler desde que ouvi o autor falando dele em um podcast. E, para a minha alegria, encontrei disponível no Kindle Unlimited.

Aliás, toda vez que ele aparece no “Eu tava lá”, dou muita risada. Então, indico para todo mundo.

Mas, bora falar sobre o livro.

Trata-se de uma série de contos, abordando as diversas entrevistas realizadas por Anderson Leitão.

Ele é repórter de um jornal que não tem muita credibilidade por aí. Também não é um dos melhores em sua área.

Leitão adoraria ganhar um prêmio por suas reportagens, mas está muito longe disso.

Adoraria receber pautas melhores, mas nunca consegue se expressar de forma incisiva o suficiente. E quando tenta, ou as pessoas não levam a sério ou não entendem o sentimento dele.

Com isso, termina em um monte de entrevistas esquisitas, que nunca trarão satisfação profissional ou prêmios.

Entre as pautas malucas que o chefe entregou ao reporter, por ele ser, aparentemente, a pessoa perfeita para a reportagem, estão: entrevista com uma pecha, cachorro, obras de arte e até um macaco astronauta.

A ironia é que Anderson fez cada uma das entrevista com toda a seriedade possível.

Um livro curto, bom para quando precisamos de uma leitura simples e rápida.

Alguém ai já leu? Conta o que achou nos comentários.

Notas da Audiovizueira n°43

Oie, gente!

Bora falar de filme hoje?

Adaptações são uma ótima oportunidade para tirar os nossos personagens favoritos das páginas e levar para outras plataformas.

Esse é mais um daqueles filmes em que tive a grata surpresa de descobrir que era uma adaptação literária.

Já tinha adorado o filme e, quando li o livro, curti ainda mais.

A história é aquela comédia adolescente em que a garota pouco popular se une ao jogador para que os dois consigam aprender algo um com o outro.

Bianca faz parte de um trio composto por ela e duas melhores amigas lindas e talentosas.

Tudo mas bem até que, em uma festa, ela é chamada de D.U. F. F ( em inglês, designated ugly fat friend), ou seja, a amiga esquenta que serve para deixar as outras mais bonitas.

Isso deixa a garota encafifada, gerando problemas entre o trio e sua dissolução temporária.

Enquanto está longe de suas amigas, ela se aproxima do vizinho e jogador popular, Wesley.

O garoto ajuda Bianca com o visual e a atitude para deixar de ser uma D.U.F. F e ele vai ajudá-lo com a matéria que precisa passa para seguir no time.

Ainda que seja padrão, a história é contada de uma maneira divertida. A química entre os personagens é genial e vemos um desenvolvimento e evolução deles.

Tem tudo o que precisamos em uma comédia romântica: cenas de escolha de roupa em uma montagem musical, um crush que nunca deu bola para a mocinha e uma garoto popular e maldosa.

É um excelente filme fofura para momentos em que precisamos de um quentinho no coração.

Alguém ai já viu? Conta o que achou.

Reflexo de uma pessoa

Em alguns momentos eu não sei se sou uma pessoa real ou só um reflexo de alguém que eu deveria ser.

Uma casca. Somente levada por aí pelo vento.

Sobrevivendo ao invés de desfrutando a vida.

Deixando passar grandes oportunidades na vida pelo simples medo de fracassar.

Mas, o que é o fracasso se não algo inventado pelo próprio humado para medir uns aos outros?

Uma forma maldosa de rotular a tentativa que não gerou o resultado que era esperado,

E por temer esse terrível fantasma que assola a alma da pessoa ansiosa, o melhor (pelo menos, na cabeça dessa mesma pessoa), é se manter escondida de tudo que passa um assustados e, potencialmente, dar muito errado.

Infelizmente, também significa barrar tudo aquilo que pode em MUITO bom. O sucesso vem da luta para que se arrisca.

Se arrisca exige dar um passo adiante, rumo ao desconhecido.

Mas quem disse que certa pessoa ansiosa consegue?

Presa às amarras invisíveis de sua procrastinação. Atordoado pelos gritos do sua mente que insiste em dizer que nada vai mudar e é melhor seguir assim.

Garantir o conforto acomodado. Muito mais vantajoso do que a derrota que pode acontecer, né?

No entanto, ainda que pareça uma feliz experiência segura, essa redoma aliena, afasta que tenta se aproximar.

Vendo o mundo e as pessoas como se fossem personagens de uma série. Torcendo e desejando o melhor, mas nunca se aproximando o suficiente para estar ao lado deles nessa batalha diária.

Nenhuma relação ou sentimento ultrapassa a fase superficial. E, eventualmente, ter mina bem tem nem começado.

Ou triste se torna a vida de um isolamento voluntário, de quem não tem coragem de se aprofundar no mar de vida por medo de se afogar.

Termina assim, com o coração doendo, encarando o nada, pintando em tudo que poderia ter lido um dia.

Mas sabendo que é, somente, um zumbi andando por aí. Só o reflexo de uma pessoa real.

Esperande o dia em que terá a coragem para se tornar alguém de verdade.

Segundas Musicais #151

Olá, pessoas!

Chegando pra abrir uma nova semana cheia de música!

Hoje a lista traz os indicados ao Grammy que aconteceu ontem.

#SomNaCaixa

01. Dua Lipa – Don’t Start Now

02. Taylor Swift – Cardigan

03. Billie Eilish – Everything I Wanted

04. Fiona Apple – Shameika

Espero que curtam!

Até a próxima! =]

É preciso ter força…

é preciso ter raça… gana sempre!

Como bem expressa a música, tem que vir com uns adicionais de instinto, força e sobrevivência para ser mulher!

Dotadas de talentos multifuncionais, nesta semana em que celebramos o Dia Internacional de Mulher, penso em todas aquelas que que inspiram, apoiam e dão o incentivo para que as outras não desistam.

As que não soltaram as mãos umas das outras, as que abriram caminho para que tivéssemos direitos, as que perderam a vida pela nossa existência atual. Todas as que seguem em seus campos de batalha particulares ou coletivos, ameaçadas, feridas ou derrubadas…

São exemplos, inspirações. Guerreiras pela liberdade e um mundo melhor. Mais justo.

São mães, irmãs, amigas, parceiras. Munidas de palavras de afeto, mantém a chama de sororidade acesa. Impulsionam aquelas que estão ao seu lado, acompanham a caminhada

Não é fácil. Cada uma conhece a sua luta, suas dificuldades. Nesta semana de celebração, vamos olhar para todas as desbravadoras do dia-a-dia. Nossas grandes mulheres, as que estão perto ou longe.

Jornadas duplas, tarefas acumuladas. Nosso Norte, nossas broncas e conselhos. Nosso orgulho.

Gratidão eterna para as “mulheres-maravilha” desse mundo. As que estão sob holofotes ou as que levam a mudança nos bastidores da vida.

Obrigada por tudo. Por irem à luta, mesmo com medo e sem perspectiva de vitória.

Ainda falta muito. Quantas de nós sofrem diariamente? Perdem suas vidas, suas luzes.

Por isso, sejamos hoje e sempre, as chamas que acendem na luz na escuridão. Emanando amor e lutando por todos. Que ninguém fique para trás!

Que a semana traga debates, conversas e diálogos, É potencial para evolução positivas.

Enquanto seria, que não falte força para transformar o mundo em um lugar seguro e cheio de amor!

Segundas Musicais #150

Oie, gente!

Hoje é dia de homenagear as grandes mulheres responsáveis pela trilha sonora da nossa vida.

#SomNaCaixa

01. Sandy – Aquela dos 30

02. Sia – Unstoppable

03. Elis Regina – Maria, Maria

04. Adele – Send My Love

Espero que curtam!

Até a próxima!

tô tão acostumada a desistir das coisas antes mesmo delas começarem que se meus textos um dia chegarem nas mãos de alguém já vai ser um milagre pra conta

“Tá tudo bem”, Keziah Prado.