Título/Autor: O Mercador de Veneza, William Shakespeare.

Avaliação: Pensando em NUNCA pedir dinheiro emprestado! xD

Olá pessoas!

Hoje vamos de clássico! Uma resenha de um livro que eu “ouvi” essa semana! Aliás, percebi que, para fazer atividades cotidianas, audiobooks são muito legais!

Acredito que essa seja uma versão adaptada da história, mesmo sendo quase 3 horas de narração, mas valeu cada minuto! E pude aproveitar uma história super famosa, com alguns momentos super tensos, enquanto fazia minhas atividades.

Para quem quiser ler, é um livro cm poucas páginas e escrito em forma de peça de teatro. Eu, particularmente, curto esse tipo de formato.

E uma coisa muito legal sobre audiolivros: já existem muitas histórias disponíveis com narração profissionais, inclusive, com produção e atores para os personagens diferentes. Esse em questão tinha transições, vozes para cada personagem, som ambiente. Foi uma experiência super legal!

Mas, agora, vamos ao que interessa. A história tem algumas ramificações de trajetória. A principal envolve o mercador Antonio que, para ajudar o seu amigo Bassanio a cortejar a mulher pela qual está completamente apaixonado, aceita emprestar dinheiro do judeu Shylock. O agiota, no entanto, odeio Antonio e como condição para liberar a quantia, exige que, se não for pago o valor, o mercado pagará com um pedaço de sua própria carne a ser cortado.

Admito, essa parte aí é uma das coisas mais “argh” dessa história.

Antonio aceita a condição absurda para que o seu amigo possa realizar seu desejo. E, com os ducados em mãos, vai até o reino de sua amada Portia. Para conseguir a mão da princesa, seus pretendentes precisam passar por uma prova que seu falecido pai deixo: selecionar um dos baús (de ouro, prata e chumbo). No correto havia uma foto de Portia e isso indicaria que o rapaz estava apto a se casar com a moça.

Além disso, em outro linha narrativa, estão Lorenzo e Jéssica. Os dois apaixonados não podem ficar juntos porque ele é cristão e ela judia (filha de Shylock, inclusive).

O livro é uma história de amor, de amizade e de rancor.

Admito que, entre os livros que já li do autor, não é a minha história favorita, mas foi bem interessante seguir a trajetória desses personagens, seus altos e baixos, seus momentos românticos e o final cheio de suspense sobre o resultado da “questão principal”.

Alguém aí já leu? Deixa nos comentários o que achou.

Espero que tenham gostado. Até a próxima! =]

Quem já leu, conta o que achou nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.