architecture art dark eerie

Eu consigo sentir as paredes se fechando. O quarto ficando escuro enquanto as janelas desaparecem.

A realidade se mistura aos devaneios. Posso ouvir os sons ficando para trás.

Em todos os anos usando a redoma da minha mente com a desculpa de proteção, nunca pensei que seria engolida por ela. Por um espaço que criei.

Sou rodeada pelo sentimento de inadequação. O não pertencimento que sempre me foi tão comum.

Será que vivi durante esse tempo? Ou foi só um estado de sonambulismo que me manteve andando sem rumo?

Termino num labirinto autoconcebido. Os pés procuram a direção certa, sem firmeza para dar um passo à frente.

A mente cheia de pequenos tornados que giram com luzes caleidoscópicas, tentando se adequar à escuridão.

Todo o meu ser é engolido pela sombra dos meus próprios medos.

Deixo meu corpo se estender pelo chão frio. Envolvido pela escuridão.

A solidão parece ser a única possibilidade.

Até que uma fresta, uma centelha iluminada chama a minha atenção.

Não sei de que reduto escondido da minha alma ela vem, nem como acessá-la. Mas carrega uma aura de amor e esperança.

O caminho até ela pode ser demorado ou rápido. Exigir força ou astúcia.

É difícil afirmar o que será necessário.

Mas nunca saberei se não tentar.

Olhar para o pontinho iluminado me traz confiança.

Jogada no piso. Busco a força interna para sair desse vórtice claustrofóbico em que cai.

Ergo a cabeça em direção à claridade. A saída!

Levanto, cambaleante e um pouco confusa. Sem entender bem qual o caminho.

Mas sabendo que, em algum lugar, uma fagulha brilha por mim.

Cheia de possibilidades, de alegrias, novas experiências. Sorrisos, abraços e afeto genuíno.

Com  a total certeza de que sempre haverá a luz no fim do túnel!

E eu vou chegar até a minha.

Foto por Pixabay em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.