photo of woman beside dog

Caso não tenha visto (o que é bem provável), essa foi a citação do dia de hoje:

“Aqui estamos nós, por dias difíceis e dias bons, por desespero e por euforia, apaixonados e decepcionados, só agora ou para sempre. Aqui estamos nós.”

É um trecho do livro “à primeira vista”, de David Levithan e Nina Lacour.

Pode não se tratar exatamente daqui que estamos vivendo nesse momento. Aliás, o texto de hoje seria completamente diferente, mas aí eu vi essa citação.

Não foi selecionada especificamente para a data, inclusive,  algumas postagens programadas (CHOQUE!), mas achei que fazia completo sentido, no contexto. E vou explicar porquê.

É uma fala que trata de parceria, de trabalho em conjunto, amizade. De não deixar para trás as pessoas, não importando a situação.

E olha como nós estamos atualmente? Tristes, isolados, nos adaptando a uma realidade que nem sabemos exatamente como lidar. E muito menos em como tudo isso será após a “normalidade” retornar.

Mas há uma coisa que podemos seguir tendo (e aumentar, sempre que possível), os nossos humanos de confiança. Aquelas pessoas que faça chuva, sol, seja um rolê aleatório ou uma hora de chat por vídeo quando não podem se encontrar, vão estar conosco.

E isso não tem como mudar, gente. Não importa a barreira que exista entre nós, ainda que seja invisível, escondida em gotículas de um vírus muito muito ruim, os laços que estreitamos não são cortados pela distância.

Sei que é complicado, a falta do toque, abraços, afetos. Mas agora, mais do que nunca, é o momento de sentirmos com os nossos corações. Porque quando os sentidos puderem voltar a funcionar (tato, eu tô olhando pra você mesmo!), existirá um deles que estará ainda mais apurado: a empatia.

P: Mas, amada, isso aí não tá no livrinho que me ensinou os cinco sentidos!

R: E coração não é um elemento da natureza, mas isso não impediu o Capitão Planeta, não é mesmo?

Em todo caso, longe ou perto, juntos ou afastados. Ninguém está realmente sozinho. Porque estamos juntos nessa. E vai passar. E um dia vai virar um filme e todos riremos de nervoso ao assistir numa sala escura de cinema, dividindo uma pipoca (com mãos bem lavadas).

As pessoas que amamos seguem com a gente, ainda que não estejamos naquela almoço de domingo.

Os amigos ainda vão nos amar e chamar pro churrasco pós-quarentena (ok, isso vai depender de quantos memes entediados você vai mandar nesse período).

O amor vai seguir, mesmo se for só virtual por enquanto.

Então, quando você pensar nesse momento, lembre-se: aqui estamos nós! Na alegria, na tristeza, na saúde e nas pandemias. Pelo bem ou pelo mal, estamos juntos a qualquer distância!

Foto por cottonbro em Pexels.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.