Título/Autor(a)/Editora: O céu está em todo lugar, Jandy Nelson

Avaliação: Deixando pequenas partes de mim a cada linha escrita.

Olá, gente!

A resenha de hoje é sobre um livro impactante que toca em um assunto que sempre deixa a minha ansiedade no lustre de tão alta. Perda.

A história narra o processo de adaptação da adolescente Lennon, uma garota que acabou de perder a sua irmã mais velha, subitamente.

As duas tinha uma relação muito próxima, ainda mais porque cresceram sem a sua mãe, que sumiu quando as duas eram pequenas.

Criadas pela avó e o tio Big, elas eram artistas, Lennie com seu clarinete e Bailey com seu talento para atuação.

Lennie sempre viveu de uma forma regrada, seu grandes emoções ou “rebeldia”. Já Bailey era mais espírito livre, rodeada de pretendentes, conhecida por todos, com uma namorado apaixonado por ela, Toby.

Das duas, Lennon era a que nunca corria riscos. E, somente após a perda da irmã, ela saiu do estado inerte, na redoma protegida que criou para sentimentos, desafios (como seguir as aulas e tentar a vaga como primeiro clarinete).

O mundo dela é abalado pela perda da irmã, o relacionamento confuso com Toby e, para completar, a chegada de Joe, um encantador músico vindo da França com a família.

Ao longo do texto, vemos Lennie lidando, muitas vezes de formas que não são as melhores, com escolhas complicadas, um quê de egoismo, mas tudo ampliado pela grande dor de perder a pessoa que prometera nunca ir embora.

Cada capitulo traz um poema que nos leva a entender ainda mais a relação entre as duas irmãs. Entendemos os sentimentos de Lennie e sofremos juntos com a situação traumática e as escolhas ruins da garota. Além disso, durante o livro ela descobre alguns segredos da irmã e de sua família enquanto lida com tudo o que aconteceu, deixado sua cabeça ainda mais confusa.

A parte mais interessante é que os poemas são deixados de maneira aleatória em pedaços de papel, gravados em árvores, copos. Indico a leitura no app do Kindle ou no livro físico. No próprio Kindle, a leitura fica um pouco defasada nessas imagens de poemas.

Acompanhar todo o processo de Lennie é dolorido e traz muitas reflexões, principalmente para quem tem irmãos. É de partir o coração.

Vale a leitura. É um livro com um bom ritmo e uma escrita agradável.

Vou até procurar mais publicações da autora.

Espero que curtam. Quem já leu, deixa o comentário aqui.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.