Olha, não sou contra museus. Muito pelo contrário! Eu adoro me sentir rodeada por toda aquela história, a magia de entrar em um local repleto de memórias e artefatos de época.

Aproveitar esse tipo de rolê para agregar conhecimento e aprender algo novo: sim!

Ficar remoendo fatos antigos, presos a situações impossíveis de mudar: não!

Assim como os grandes e famosos acervos físicos espalhados pelo mundo, nós também guardamos muita coisa ao longo do tempo. E tudo isso se torna o nosso próprio museu.

Visitá-lo para ter alguns momentos emotivos é válido demais. Até porque, nós aprendemos muito com experiências anteriores, principalmente a não cometer erros repetidos!

No entanto, morar em seu próprio museu para se afundar em nostalgia e recordações que vão te prender ao passado é insalubre!

Acreditar que o melhor da vida ficou para trás ou ter rancor de algo e somente se manter com essas lembranças não é viver. Mal podemos dizer que é sobreviver!

Ainda que tenha sofrido alguns baques, quedas e perdas durante o caminho (e que olhar para frente seja um pouco assustador), boraaa lá, humano!

Saia de dentro do museu, pare de ver a exposição repetida e vá criar mais obras para um novo ciclo.

Todo lugar precisa de reforma e, mesmo que tenha que ficar um tempo fechado, ainda pode abrir de novo! Para visitações especiais!

Força na caminhada e não esqueça que o passado pode parecer lindo agora que está longe, mas o futuro é brilhante e espera por você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.