Título/Autor/Editora:
Amy e Matthew, Cammie McGovern/ Galera.Record.

Avaliação:
ESCREVENDO EM CAIXA ALTA O QUANTO ESSE LIVRO É GENIAL!

Essa é uma daquelas leituras que você as pessoas te indicam
e você, do nada, já é cativada. Só de olhar a capa eu sabia que seria legal, só
não sabia que seria TÃO bom!

Quando peguei para ler, já o associei a Eleanor & Park,
que é um livro perfeito, a cor da capa me lembrou bastante e a história é mega
fofa e um pouco mais densa/tensa.

Começando pela nossa personagem principal que é demais, Amy,
ela é tão espirituosa e interessante! E Matthew é tão gente como a gente em
suas fraquezas.

Começando do começo, Amy faz de tudo para que sua mãe
contrate pessoas da sua idade para cuidar dela. Aliás, o fato é que Amy tem
paralisia cerebral. Ela anda somente com o uso de um andador e fala com um
dispositivo eletrônico (voz robótica). Ela também não tem controle sobre as
suas expressões. A Matthew é um garoto ansioso que sofre com um fortíssimo
distúrbio obsessivo compulsivo.

Normalmente, Amy era acompanhada por um cuidador mais velho
durante as aulas, mas decidiu que, em seu último ano de colégio, gostaria de
pessoas da sua idade para ter amigos.

Assim, ela termina com um grupo de pessoas do seu colégio e,
é claro, Matthew! Eles revezam os cuidados de Amy, todos aprendendo seus
horários, suas particularidades.

Mas entre todas as pessoas, quem realmente se conecta a ela
é Matthew, que se preocupa genuinamente com Amy.

Os dois superam seus problemas, com altos e baixos de um
relacionamento em que os dois têm dificuldades. Um mais visível do que o outro,
mas os dois aprenderam muito juntos!

A mãe de Amy, por causa da condição da filha, é
superprotetora (às vezes preocupada com a pessoa errada!) e a escolha de Amy em
aprender lidar com um grupo de pessoas novas é uma forma de aprender a viver um
pouco sem o controle da mãe (e um treinamento para a Faculdade).

A narrativa transcorre no ano letivo, verão e começo da
Faculdade. Vivemos cada dia dentro daquela escola, na casa da Amy, nas ruas. A
relação entre os dois personagens vai crescendo ao mesmo tempo que a nossa
relação com eles cresce! ^^

Sem encher isso aqui de spoiler, o que posso dizer é que o
livro fluiu de uma maneira impressionante. Ele é dividido e dois pontos de
vista, tem troca de e-mails e fofurices no desenrolar da história dos personagens,
mas o  mais importante, a leitura (que
durou só um dia, de tão cativada que eu fiquei) me emocionou, eu quis rir,
chorar e fui acometida por uma onda de ~feels~.

Sério, é de arrepiar o quanto eu fui “engolida” pela
leitura. Torci por esses personagens e todos os seus melhores e piores traços.
Eles são reais, vivem, sofrem e lutam para conseguir superar os seus problemas.
Essa é a melhor parte. Eles nos dão esperança, nos incentivam e fazem com que
todo mundo que lê esse livro se encontre em diversos momentos (bons e ruins).

Vão ler esse livro, humanos! Vale muito a pena e eu já
indiquei para todo mundo!! ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.