Top 3 – Viagens!

Como estamos em um belíssimo mês de férias para grande parte dos
humanos do mundo (mas se você está trabalhando ou fazendo algo para
escola/faculdade saiba que eu me compadeço! Já estive nessa situação
#TamoJunto).

Maaas, continuando, já que eu sou a rainha da perda de foco,
utilizando a idéia de que julho é um mês de muitas viagens, farei um Top 3
contando personagens que subiram num avião e foram viajar!

Como eu ainda não fiz nenhuma das viagens do meu Top, tô aqui
listando e sofrendo com a inveja “mil grau”. Quem mais sofre disso?)

Chega de recalque, bora pra lista:

1. Todo Garoto tem – Meg Cabot

Esse livro, que utiliza e-mails e trechos de diário, contando
uma história a partir de dois pontos de vista (algo que eu adoro!!) narra a
viagem de Jane Harris, uma cartunista que está indo para a Itália para o
casamento secreto da sua melhor amiga, Holly! No aeroporto, ela descobre que o
cara que ela andou encarando porque ele estava gritando no celular era, na
verdade, o padrinho e melhor amigo de Mark (o noivo). O rapaz, Cal, é contra
casamento e Jane tenta mostrar para ele como o casal de amigos é perfeito um
para o outro.

2. A probabilidade Estatística
do amor à primeira vista – Jennifer E. Smith

Esse livro, narrado no melhor estilo “vamos tentar fazer tudo
acontecer no decorrer de poucas horas que ne o Jack Bauer faria” e conta a
história de Hadley que viajou para Londres pro casamento do pai dela (ela se
atrasa por 4 minutos e perde o vôo, tendo que esperar mais 3 horas no
aeroporto). Também indo viajar está Oliver, um rapaz que é britânico, mas faz
Faculdade nos EUA e está indo visitar sua mãe. Eles se conhecem um pouco antes
de embarcarem e tem um laço instantâneo. No avião, uma gentil senhora libera o
seu lugar para que os dois sentem lado a lado e possam conversar “ a valer”.

3. Anna e o Beijo Francês –
Stephanie Perkins

Anna vai para França terminar o colegial, isso porque o seu pai,
um escritor norte-americano famoso decide que é uma boa idéia. Ela não sabe
nada sobre a França, além de não querer sair de Atlanta, onde tem um emprego e
está quase em um relacionamento. Mesmo com os protestos, Anna acaba indo para o
colégio interno no qual faz novos amigos, sofre sem conseguir pedir seu café da
manhã porque não fala francês entre eles do Étienne St. Clair (um garoto
encantador, mas que tem namorada. -_-)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.