Título/Autor: A verdade sobre nós, Amanda Grace.

Avaliação: Procurando fotos dos professores do colegial para
ver se algum era bonitão.

A Verdade sobre nós
é mais um daqueles livros que eu adquiri graças aos meus gostos peculiares por
narrativas diferentes. Por exemplo, esse livro tem basicamente 90% de sua
narração feita através de uma carta de Madelyn
para Bennett. Quem tiver indicações de livros assim, pode me mandar que
aceito todas e colocarei na lista! (que já tá bem extensa, aliás).

Bem, seguindo a linha de pensamento da resenha, o livro
conta a história de Madelyn, uma garota de dezesseis anos, pródigio, mega
inteligente, filha de uma engenheira e um professor de Educação Física e com um
irmão em Harvard. (Deu pra perceber que não rola nenhuma pressão nessa casa,
SQN!)

Madelyn Hawkins é a narradora da história, contando como
conheceu e se apaixonou pelo seu professor de biologia, Bennett Cartwright. Mas
ele não é simplesmente seu professor do Ensino Médio, que nunca se aproximaria
de uma aluna. Ele tem 26 anos e é professor de Faculdade e Madelyn é sua aluna!

Por ser brilhante, a garota faz parte do programa Running Star no qual alunos do colegial
‘adiantam” matérias para conseguir créditos para a Faculdade enquanto fazem
matérias necessárias para completar o Ensino Médio e as aulas são na Faculdade.

Graças à pressão e planejamento de seus pais desde a
infância, não houve maneira de Madelyn ser outra coisa fora uma aluna exemplar,
que segue as regras e estuda como se não houvesse amanhã. Sendo assim, sua ida
prévia à Faculdade Comunitária antes de escolher seu curso oficial era parte do
plano de carreira para um futuro brilhante como o de sua mãe (e, como o seu pai
dizia, não ser um fracassado como ele que não aproveitou o potencial ou a
oportunidade de ir um pouco mais além quando podia, fazendo com que sua vida
fosse dedicada a fazer seus alunos e, principalmente, seus filhos se esforçarem
até o último fio de cabelo para conseguirem o melhor e nada menos!).

Sempre fazendo a tudo conforme o planejamento dos seus pais,
Madelyn sentia-se pressionada a ser a filha perfeita tempo todo, sem ter a
oportunidade de ser ela mesma. Isso mudou quando ela começou suas aulas na
Faculdade, local em que ela se sentia uma adulta pela primeira vez.

E na Faculdade, desde o primeiro dia, ela se sente atraída
como um imã pelo seu professor de biologia e tudo o que consegue fazer é pensar
nele e fazer o possível para estar ao seu lado e, nessa necessidade de tê-lo,
omitir a coisa mais importante: ela só tinha dezesseis anos! A idade era aceitável para um relacionamento com
consentimento ele uma menor e um adulto, contato que este não estivesse em
posição de poder. O que não era o caso dos dois.

Bennett não consegue afastar a ligação entre os dois, mas
ele é responsável o suficiente para não se envolver como uma aluna. Entretanto,
os dois não conseguem ficar longe um do outro.

O livro é uma carta de Madelyn explicando a história
verdadeira entre os dois. A carta é uma forma de explicar para Bennetto porquê
dela ter tomado algumas decisões.

Esse é um romance para ler de uma vez, quase sem parar para
respirar. Precisamos saber a verdade, nos envolvemos com a história e, como plus, temos Lorde Voldemort, o cachorro
de Bennet que conhecemos em uma das caminhadas no monte Peak (aliás, eu fiquei
cansada só de pensar nesses três fazendo trilhas.

Bom, humanos, vão pegar o livro e descobrir a verdade sobre
esses dois. (Obs: se você gosta de fins convencionais, nem pegue o livro. Na
verdade, pegue sim! Tá na hora de ver mais coisas do que o de sempre!!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.