Título/Autor: O Circo da Noite – Erin Morgenstern

Avaliação: Lendo com a voz do Cid Moreira falando Mister M,
o paladino mascarado.

Um livro realmente encantador (trocadilho podre, vocês
entenderão ao ler o livro).

Um desafio entre dois grandes “professores” que decidem
mandar pra “arena” seus escolhidos.

Célia Bowen e Marco Alistar têm seu destino traçado na
infância.

Os dois fazem parte de um desafio firmado entre Próspero, um
grande mágico e pai de Célia e Alexander, um estudioso que retira um garoto de
9 anos de um orfanato e o ensina o que precisa saber da arte das ilusões.

Os anos passam e Célia e Marco têm treinamentos diferentes.
Os dois não se conhecem, só sabem que um dia vão se deparar com seu oponente.

Sem saber, os dois acabam fazendo parte no Circo dos Sonhos,
um local encantador, charmoso. Um projeto ambicioso do Sr. Chandresh que, com ajuda de colegas e investidores, cria o espetáculo ambulante que move
multidões.

O circo possui tendas com diversos espetáculos, é como uma vila, cheia de “casas”, cada uma com sua particularidade. Mesmo os maiores
frequentadores do circo, sempre tinham algo para conhecer a cada visita.

A história segue a trajetória e o desenvolvimento de Marco e
Célia, o envolvimento deles com o circo, com as pessoas que fazem parte do
projeto e suas compreensões do mundo e do desafio ao qual foram obrigados a
participar. As regras não são claras e, a cada passo, eles encontram fragmentos
do que realmente significa o jogo e a consequência da vitória ou da derrota.

Sério, é um livro brilhante, com tantos detalhes que você vai
se sentir dentro do Circo, com suas cores e seus aromas. Você verá cada
apresentação, tornar-se-á (falando #phyna) uma rêvuer (grupo de pessoas que segue o Circo, aficionados que escrevem ou compartilham o amor pela trupe. O grupo foi criado pelo relojoeiro Friedrick Thiessen, responsável pelo relógio que, ao badalar da meia noite, indica que o Circo está aberto para visitação. Eles se diferenciam usando algo vermelho).

Aliás, tudo no circo é em tons de preto e branco! As tendas,
os figurinos…! Vontade de ver a adaptação cinematográfica dessa história.

Definitivamente, é um romance de tirar o fôlego como se fôssemos os acrobatas rodando pelos ares.

Para ler, imaginar, suspirar e torcer por esses personagens que você tem a sensação de conhecer há anos.

Uma história que garante arco-íris vomitados, suspiros e ansiedade para engolir cada frase e chegar ao curioso final.

Agora vá, humano! O Circo chegou sem avisar e você tem aqui o bilhete prateado que te indica: entre e sinta-se encantado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.