image

Título/Autor: Clube da Luta – Chuck Palahniuk

Avaliação: Um soco no estômago de tão genial!

“A primeira regra do clube da luta é: você não fala sobre o clube da luta”

Ai, no! Será que com isso eu já estou quebrando a primeira regra? E a segunda também?

Será que um grupo de caras mal encarados vai me encontrar na rua e me acertar em nome de Tyler Durden?

De qualquer forma, eu encaro o desafio porque esse livro merece.

Admito, eu não estava tão tentada a começar a ler o “Clube
da Luta”, ele foi um daqueles exemplares comprados em uma mega promoção de uma
loja virtual aquática que não me patrocina, então não tem nome nenhum aqui
(Muahuahuahua) e passou muito tempo só ‘sendo bonito” na minha estante.

Mas logo que comecei a ler percebi que era diferente. Não
foi um livro fofo e fácil de ler (nem esperava por isso). É um livro
relativamente pesado e tenso, mas com uma narrativa tão fluída que não parece
que estamos quase com sangue na nossa cara.

Sério, palmas para o Sr. Palahniuk pela sua escrita! Você
fica tão impressionada com a história, os personagens e aquela situação doida do personagem principal (que não tem nome, no caso) que não é
possível parar de ler.

Intenso e cheio de ação, é uma ótima pedida para uma tarde
chuvosa de domingo em casa. Definitivamente, eu não esperava gostar tanto desse
livro que pode parecer um pouco sangrento demais para uma pessoa que vira a cara em cenas pesadas dos filmes, mas eu me surpreendi e indico a leitura!

Para os que não conhecem, a estória narra a trajetória do
personagem desconhecido e Tyler quando, após o apartamento do “Sem
Nome” explodir e ele ir morar com o Tyler, os dois criam o Clube da Luta.

Tyler é a mente por trás do Clube. Cria as regras, desenvolve os negócios.

‘Sem nome” é um cara que sofre de insônia e vai a reuniões de pessoas com doenças graves para sentir-se vivo. Em uma das reuniões, conhece
Marla Singer. Ela e Tyler tem um relacionamento “amoroso”.

“Sem nome” trabalha com recall em uma empresa de automóveis
e não está satisfeito com o seu trabalho.

Ele busca adrenalina e suprir seu problema de sono com o
Clube da Luta.

Nesse quesito, Tyler se mostra uma pessoa de ações corajosas (e muitas vezes lunáticas e criminosas), incluindo suas regras e
expansão do Clube da Luta e as criações mirabolantes grupo de Destruição que toda noite tinha missões, ou lições de casa para explodir, incendiar e destruir patrimônios alheios.

Agora, quem se interessou, vá à livraria, biblioteca ou loja
online de preferência e pegue o livro! Já! Vai! Vai, humano!

E, por gentileza, leia o livro antes de ver o filme!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.